Bolsas

Câmbio

Investidores velozes incomodam moradores tranquilos na Inglaterra

John Detrixhe e Will Hadfield

(Bloomberg) -- As fazendas, as ruínas romanas e os caminhos estreitos do sudeste da Inglaterra dificilmente parecem ser um terreno fértil para as finanças de alta tecnologia.

No entanto, o pequeno povoado de Richborough, em Kent, -- 129 quilômetros ao leste das manobras dos mercados de ações, títulos e câmbio de Londres -- foi identificado por um grupo de empresas de trading computadorizado como a chave para seu futuro.

Elas querem construir torres de rádio tão altas quanto a Torre Eiffel para criar o mais rápido elo de comunicação entre a capital do Reino Unido e Frankfurt e negociar valores perto da velocidade da luz. A decisão sobre se uma ou mais delas receberá autorização para isso deve sair já no próximo mês.

Seria um troféu para os investidores de alta frequência, que a cada ano têm mais dificuldade para conseguir vantagem sobre os concorrentes. Um obstáculo para eles são os moradores e as autoridades locais, que querem saber o que ganhariam com isso.

À medida que os planos para as construções de mais de 300 metros avançam, as empresas, cuja maioria tem sede nos EUA, prometem incentivos para conquistar o apoio deles. A questão é se isso será suficiente em um canto conservador do Reino Unido que depende cada vez mais do turismo depois que a Pfizer fechou uma fábrica na região cinco anos atrás.

"Não acho que esse seja o tipo de coisa que fará com que a região seja um lugar aonde as pessoas queiram ir nas férias", disse Henry Quinn, 58, que trabalhou na Pfizer durante duas décadas e mora em Sandwich, cidade próxima. Ele é contra o projeto. "Não conheço ninguém que seja a favor".

Microondas

Até o momento, duas empresas pediram permissão à prefeitura local: a Vigilant Global, parte da DRW Holdings, que tem sede em Chicago, foi a primeira, em janeiro, seguida pela New Line Networks, joint venture entre as empresas financeiras americanas Jump Trading e KCG Holdings, em maio. Duas outras participaram de negociações com as autoridades, McKay Brothers e Latent Networks, e ambas fornecem redes de microondas a traders de alta frequência.

O trading de alta frequência é como uma corrida de Fórmula 1, porque as empresas não podem reinventar o veículo básico para ter mais velocidade, mas podem tentar fazer com que partes sejam mais rápidas. Elas constroem torres de rádio com antenas porque, pelo menos por enquanto, os sinais de microondas são um dos modos mais rápidos de transmitir pedidos entre bolsas.

Incentivos

A Vigilant dará a uma escola de Sandwich dinheiro para um novo sistema de áudio. Também ofereceu 30.000 libras (US$ 39.400) para um novo guia turístico da cidade e placas para uma trilha litorânea, além de mais 100.000 libras para o forte romano de Richborough. O site English Heritage descreve-o como "talvez o lugar romano mais importante simbolicamente no Reino Unido".

Samuel Armstrong, chefe de pessoal do parlamentar local Craig Mackinlay, disse que todas as empresas estão considerando um fundo comunitário de pelo menos 100 mil libras por ano como incentivo, o equivalente ao dobro do orçamento da prefeitura de Sandwich para banheiros públicos, áreas de recreação e circuito fechado de televisão e cópias.

No entanto, esse dinheiro está longe de ser suficiente para Henry Quinn.

"De jeito nenhum", disse ele. "Eles estão negociando mais rápido do que os outros. Cem mil libras? Eles provavelmente ganham isso em poucos nanossegundos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos