Bolsas

Câmbio

MIT e mais 13 universidades lançam cursos online gratuitos

Peter Coy

(Bloomberg) -- O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês) e outras 13 universidades informaram que vão oferecer cursos de graduação online gratuitos e abertos para todos. Os estudantes que concluírem o programa, chamado "MicroMasters", e forem aprovados nos exames finais poderão obter certificados de conclusão por cerca de US$ 1.000. Quem quiser dar continuidade aos estudos terá preferência para fazer a matrícula regular e, assim, concluir uma formação universitária normal.

Resumindo: aprenda agora, matricule-se depois.

O MicroMasters, que o MIT oferece para gestão de cadeias de suprimento, cobre cerca de um quarto do material de um programa de mestrado típico e envolve matérias com oferta criticamente baixa no mercado de trabalho. Os certificados provavelmente terão peso entre os empregadores devido à qualidade das universidades por trás deles.

Entre elas, a Universidade de Columbia está oferecendo inteligência artificial; o Instituto de Tecnologia Rochester, gestão de projetos; e a Universidade de Michigan, pesquisa de experiência de usuários e design. A Wal-Mart endossou fortemente o certificado do MIT em um comunicado realizado no lançamento, chamando-o de "uma forma poderosa das pessoas aprenderem as importantes habilidades necessárias para ser bem-sucedido".

As universidades conseguem manter os custos baixos porque os cursos são online. As ofertas ajudam a preencher sua missão educacional e atrair estudantes que podem acabar buscando diplomas plenos e pagando por cursos.

O programa surge em um momento em que as universidades, incluindo as mais conceituadas, estão realizando cada vez mais experimentos com a educação online, oferecendo "microcredenciais" e expandindo seu alcance -- e suas marcas. O MicroMasters está sendo oferecido por meio da edX, a plataforma educacional online fundada em parceria pelo MIT e pela Universidade de Harvard. Harvard "espera oferecer um programa MicroMasters no futuro", disse a edX em um comunicado, na terça-feira, para anunciar os programas.

O presidente do MIT, Rafael Reif, disse em entrevista que o programa MicroMasters é muito importante para ele em particular, que cresceu e estudou na Venezuela e entende a dificuldade, para a maior parte das pessoas, de estudar em uma universidade de renome internacional. Após dar aulas em Caracas, ele obteve um doutorado em Engenharia Elétrica em Stanford, lecionou na universidade por um ano e depois foi contratado pelo MIT.

"Eu ganhei na loteria", disse ele.

Reif classificou o MicroMasters como "um experimento no que eu chamo de admissões invertidas. Qualquer pessoa de qualquer lugar pode tentar fazer esses cursos pela internet". Se o conceito funcionar bem, disse ele, será expandido para outros setores do MIT. "Trata-se de um projeto importante para mim", disse ele. "Eu acredito no modelo de empoderamento das pessoas".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos