Bolsas

Câmbio

Votos por procuração da SABMiller apoiam venda à AB InBev, dizem fontes

Thomas Buckley e Ruth David

(Bloomberg) -- A maioria dos investidores da SABMiller que votam por procuração apoiou a oferta de aquisição da Anheuser-Busch InBev, de US$ 104 bilhões, antes da assembleia de acionistas de quarta-feira. Trata-se de um indicativo de que a transação avançará, segundo pessoas familiarizadas com o assunto.

A grande maioria desses acionistas votou a favor da transação, segundo as pessoas, que pediram anonimato porque as contagens ainda não são públicas.

A oferta exige aprovação de 75% dos acionistas da SABMiller, excluindo seus dois maiores investidores, que votarão separadamente após uma decisão judicial. São esperados votos adicionais durante a assembleia, inclusive de alguns hedge funds que haviam feito lobby contra o negócio, disse uma das pessoas. A maioria dos investidores votou por procuração, disseram as pessoas.

Representantes da AB InBev e da SABMiller preferiram não comentar. As ações da SABMiller chegaram a subir 0,6 por cento na terça-feira em Londres, para 44,65 libras, e se aproximaram da oferta em dinheiro da ABI, de 45 libras por ação, enquanto a AB InBev subiu 1 por cento em Bruxelas, para 117,35 euros.

Os votos por procuração precisavam ser apresentados até as 9 da manhã de segunda-feira em Londres.

"Todos fizeram seus cálculos e veem 90% dos acionistas votando a favor do negócio, e o spread atual reflete isso", disse Jean-François Comte, fundador e sócio-gerente do fundo de arbitragem de fusões Lutetia Capital, na segunda-feira, em referência à diferença entre a oferta em dinheiro da AB InBev e o preço das ações da SABMiller.

A estrutura da oferta da AB InBev dividiu os acionistas da SABMiller e levou a fabricante da Budweiser a subir sua oferta em julho. Os dois maiores investidores da cervejaria britânica, a fabricante de tabaco Altria Group e a família Santo Domingo, da Colômbia, se mostraram favoráveis ao negócio devido à estrutura eficiente do ponto de vista fiscal desenvolvida para eles.

Outros acionistas, como a Aberdeen Asset Management, disseram que não se sentiam à vontade com a composição da oferta, o que levou a Alta Corte do Reino Unido a decidir que os acionistas menores deveriam votar separadamente.

As assessorias Glass Lewis & Co. e Institutional Shareholder Services recomendaram que os acionistas da SABMiller apoiem o negócio, o maior da história do setor, que reunirá marcas como Beck's, Stella Artois, Foster's e Castle Lager sob o mesmo teto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos