Bolsas

Câmbio

Musk busca exploradores de Marte com US$ 200.000 no bolso

Dana Hull

(Bloomberg) -- O empreendedor Elon Musk apresentou uma visão sobre as viagens a Marte repleta de tecnologia -- a respeito de como chegar lá -- e dos perigos que esperam os primeiros exploradores, daqui a apenas uma década.

"A primeira viagem será muito perigosa e o risco de fatalidade será muito alto", disse Musk, em resposta a uma pergunta, durante uma apresentação bastante aguardada no 67º Congresso Internacional de Astronáutica de Guadalajara, no México. "Você está preparado para morrer? Então é candidato para essa viagem."

Marte -- de população zero -- oferece um caminho para que os mais de 7 bilhões de seres humanos da Terra garantam o futuro da espécie contra possíveis eventos de extinção, disse o bilionário fundador da Space Exploration Technologies, ou SpaceX. Ele vislumbra uma nave espacial que transportará 100 passageiros ou mais em uma viagem ao planeta vermelho dentro de uma década, se tudo sair bem, com tarifas a partir de aproximadamente US$ 200.000, que cairiam para uns US$ 100.000 ao longo do tempo. A apresentação gerou salvas de palmas da plateia e também questionamentos.

"Ele entrou em detalhes sobre a nave espacial, mas não tanto em relação ao financiamento", disse John Holst, analista de pesquisa da Space Foundation que assistiu à apresentação por webcast. "A ideia foi inspirar os demais para que vejam que é possível. Mas muitas coisas precisam se encaixar para que isso aconteça".

Musk, que é também CEO da Tesla Motors, disse que estava disposto a gastar seus ativos pessoais, avaliados em cerca de US$ 8,6 bilhões, por esse objetivo e afirmou, sem especificar, que seriam necessárias parcerias público-privadas. Ele enfatizou que, embora haja riscos, assim como ocorreu com os exploradores e colonizadores da Terra gerações atrás, aventurar-se em Marte seria divertido para aqueles "com espírito explorador".

"O que eu estou realmente tentando aqui é fazer com que Marte pareça possível", disse Musk. "Uma opção é permanecer na Terra para sempre até que um dia ocorra um evento de extinção. (...) A alternativa é nos transformar em uma civilização que se aventura no espaço e em uma espécie multiplanetária."

Incursões da SpaceX

A SpaceX já está fazendo progresso com uma das principais tecnologias que, segundo Musk, é necessária para possibilitar as viagens a Marte. Ela consiste em lançar carga útil para a órbita e fazer os foguetes retornarem à Terra para serem reutilizados. Atualmente, a empresa opera o foguete Falcon 9 para clientes donos de satélites comerciais e para a Nasa.

Musk está familiarizado com os riscos da exploração espacial: a SpaceX tem sofrido revezes, entre eles uma explosão, em 1º de setembro, que destruiu um de seus foguetes na base de lançamentos de Cabo Canaveral, na Flórida; essa investigação está em andamento. A empresa com sede em Hawthorne, na Califórnia, ainda não enviou pessoas ao espaço.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos