Bolsas

Câmbio

Você trocaria parte do salário por segurança na aposentadoria?

Suzanne Woolley

(Bloomberg) -- Você merece um aumento. Você também merece mais segurança na aposentadoria.

Se você tiver de 18 a 34 anos e precisar escolher entre os dois, é provável que troque parte de seu salário hoje por segurança maior no futuro, afirma um novo estudo.

Soa estranho. Não é que os jovens americanos estão afogados em dívidas contraídas para cursar a faculdade e pagando caríssimo por moradia? Cerca de 65 por cento dos integrantes da geração Y consultados pela Ernst & Young e pelo Economic Innovation Group disseram que "não ganham dinheiro suficiente para cobrir as despesas ou não conseguem economizar nada". E não é que eles priorizam as experiências -- e não a experiência de suportar um trabalho penoso para economizar cada centavo para a velhice?

Sim e sim. No entanto, 60 por cento daqueles com idade entre 18 e 34 anos em uma pesquisa da Willis Towers Watson com mais de 5.000 trabalhadores disseram que se privariam de parte do salário se isso significasse uma aposentadoria mais segura. O total se compara com 42 por cento quando a mesma pesquisa foi realizada em 2009.

"Temos observado um aumento constante dessa porcentagem para a geração Y" depois da crise financeira, disse Steve Nyce, economista sênior da Willis Towers Watson. "Esses jovens estão tendo dificuldades com o ambiente econômico, tendo que lidar com níveis de endividamento que nenhuma outra geração teve que enfrentar, e eles viram recentemente seus pais aposentados ou prestes a se aposentar passarem por turbulências significativas com a queda do mercado acionário em 2008-2009."

Trocar salário por uma aposentadoria mais segura é uma escolha fácil quando não se trata de uma decisão real. Mas ela faz sentido, considerando o estado deplorável das poupanças para a aposentadoria nos EUA. Os jovens podem estar especialmente ansiosos porque muitos não acreditam que a Previdência Social continuará existindo quando eles precisarem dela. Uma pesquisa de 2014 realizada pelo Pew Research Center concluiu que apenas 6 por cento dos jovens esperam que os benefícios atuais continuem disponíveis quando eles completarem 67 anos e puderem receber os benefícios plenos. Mais de metade dos entrevistados pelo Pew acredita que o programa nem existirá quando eles estiverem a ponto de se aposentar. É provável que ainda exista, mas com benefícios 25 por cento menores.

O medo de se aposentar na pobreza é uma insegurança extremamente comum. A maior parte dos integrantes da geração X faria a troca. Alguns deles entrarão com pedido de aposentadoria antes de 2034, quando uma redução automática dos benefícios entrará em vigor, a menos que o financiamento do programa melhore de algum modo. E alguns deles têm algo que os trabalhadores mais jovens não podem nem sonhar: benefício de pensão garantido. Mesmo assim, a pesquisa concluiu que 66 por cento dessa geração também trocaria salário por benefícios maiores na aposentadoria, em comparação com 50 por cento em 2009.

Embora os jovens da geração Y sejam frequentemente retratados como frouxos e arrogantes, muitas pesquisas mostram que eles são inteligentes em relação às finanças. E uma segurança maior durante a aposentadoria, que lhes permitiria aproveitar a vida com menos temores financeiros, pode valer a pena para eles, mesmo que signifique menos dinheiro no bolso hoje.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos