Portugal prepara regras para ajudar bancos a vender ativos

Alessandro Speciale e Joao Lima

(Bloomberg) -- O governo de Portugal está trabalhando em regras que podem ajudar os bancos a vender determinados ativos como parte de uma "abordagem abrangente" para enfrentar o problema dos créditos em atraso, disse o ministro das Finanças, Mário Centeno.

"Estamos preparando um pacote legislativo que permitirá que os bancos consigam mais valor com a reestruturação de seus empréstimos", disse Centeno em entrevista em Washington, na sexta-feira. "Isso significa que para eles a venda de ativos será facilitada. O valor desses ativos também aumentará porque o processo será mais flexível e fácil."

Centeno disse que "a outra frente" é a questão de como os créditos duvidosos podem "sair" do balanço patrimonial dos bancos.

"Estamos trabalhando em uma solução para isso sob a condição, é claro, de que não haja ajuda estatal envolvida", disse ele. "O veículo precisa ter propriedade substancial dos bancos e do setor privado." O governo começará a discutir o assunto "muito ativamente" com a Comissão Europeia em outubro, segundo Centeno.

Portugal deixou seu programa de resgate internacional de três anos em 2014, mas ainda tem assuntos pendentes, incluindo créditos duvidosos nos bancos. O país é uma das seis nações europeias com índice de créditos em atraso superior a 10%, segundo seu banco central.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos