Bolsas

Câmbio

Roche está otimista com sucesso de combinação para tratar câncer

Naomi Kresge

(Bloomberg) -- A Roche apontou o sucesso de um estudo da Merck & Co. como sinal de que ambas as empresas estão no caminho certo ao aliarem novos medicamentos imuno-oncológicos ao antigo tratamento de câncer de pulmão: a quimioterapia.

A "abordagem agressiva" da Roche de experimentar com combinações de quimioterapia foi impulsionada pelos resultados da Merck ao estudar o impacto do uso de seu medicamento Keytruda com o regime de tratamento mais antigo, disse Dan Chen, diretor global de imunoterapia do câncer da farmacêutica suíça, em entrevista, na segunda-feira.

A combinação da Merck foi quase duas vezes mais bem-sucedida na redução de tumores de pulmão em um estudo de estágio intermediário do que o tratamento padrão sozinho.

"Não estamos tentando algo por tentar", disse Chen, em discurso na reunião anual da Sociedade Europeia de Oncologia Médica, em Copenhague. "Temos objetivos definidos e com cada teste tentamos responder a uma pergunta importante."

Merck e Roche estão realizando estudos maiores em estágio final, com resultados previstos a partir do ano que vem, que podem ser usados para pedir aprovação para começar a vender uma combinação de quimioimunoterapia.

Uma possibilidade é que as combinações de quimioterapia sejam usadas principalmente em pacientes que tenham tido menos benefício com o uso de imunoterapias sozinhas, disseram analistas da Sanford C. Bernstein em nota. As combinações com quimioterapia provavelmente também custarão menos aos sistemas de saúde do que a combinação de dois medicamentos de imunoterapia.

"Se os dados forem comparáveis, também em relação à durabilidade, esta será a opção mais barata", disse Mirjam Heeb, que ajuda a gerenciar US$ 186 milhões em ações do setor de saúde, inclusive da Roche e da Merck, na GAM Holding, em Zurique. "Observando a discussão que temos em torno dos preços dos medicamentos, isto será competitivo."

A Roche está testando também mais de 20 combinações de imunoterapias. A empresa divulgou resultados independentes bem-sucedidos de seu medicamento Tecentriq no sábado em pacientes com câncer de pulmão que já haviam testado pelo menos um outro medicamento sem sucesso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos