Bolsas

Câmbio

Infiniti estuda primeiro carro elétrico de olho na China

Crystal Tse e Ma Jie

(Bloomberg) -- A Infiniti, marca de alto padrão da Nissan Motor, está estudando o momento de lançar um veículo totalmente elétrico tendo em mente a perspectiva de demanda da China.

Atualmente a Infiniti oferece nove modelos na China, sendo cinco SUVs e quatro sedãs. Seis desses modelos rodam com gasolina e os demais são híbridos.

"Quando eu penso em veículos elétricos, nós os projetamos para a China, sem dúvida, inclusive como o primeiro mercado para o lançamento", disse o presidente da Infiniti, Roland Krueger, em entrevista em Hong Kong, na semana passada. "Estamos sempre discutindo internamente qual é o momento certo para a Infiniti ter esses veículos."

Marcas de luxo como Tesla Motors e BMW apostam na China para impulsionar as vendas de carros elétricos depois que o país superou os EUA e se transformou no maior mercado de veículos elétricos do mundo, no ano passado, quando o governo investiu fortemente na construção de infraestrutura de recarga e em aquisições subsidiadas.

A Infiniti, que adiou a produção de um sedã totalmente elétrico baseado em seu carro conceito LE exibido em 2012, está focando em modelos híbridos com melhor autonomia, disse Krueger.

A Infiniti poderá colocar o carro elétrico no mercado "muito rapidamente" após tomar a decisão porque conta com o apoio tecnológico da empresa controladora Nissan e da parceira Renault, disse Krueger.

As vendas da Infiniti na China desaceleraram neste ano, com crescimento de 2% nos nove primeiros meses, menor do que sua expansão global de 7%. Marcas rivais como a Cadillac, da General Motors, e a importada Lincoln, da Ford Motor, registraram aumentos nas vendas de 38% e 191%, respectivamente, no mesmo período.

A Infiniti, que estabeleceu sua sede em Hong Kong em 2012 para estar mais perto do mercado da China continental, precisará se sair melhor no país se quiser ajudar o CEO Carlos Ghosn a atingir seu objetivo de capturar 10% do mercado global de carros de luxo até 2020.

No mês que vem, a Infiniti lançará o SUV QX30 na China, com motor de 1,6 litro personalizado para o mercado chinês para se qualificar a um incentivo fiscal do governo para carros pequenos. O modelo ampliará as vendas da marca neste ano, disse Krueger. O QX30 impulsionou um salto de 155% nas vendas na Europa Ocidental neste ano.

"Trata-se de um carro menor que traz novos clientes para a marca", disse Krueger. "Estamos muito confiantes de que poderemos crescer mais do que no ano passado, tanto mundialmente quanto na China."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos