Bolsas

Câmbio

Investidores europeus e asiáticos ricos apostam em Hillary

Viren Vaghela

  • Carlos Barria/ Reuters

(Bloomberg) -- Os investidores ricos da Europa e da Ásia estão apostando em ações que subirão se um candidato em particular vencer a eleição dos EUA na semana que vem e uma empresa afirma que mais de 80% dos dólares de seus clientes estão apostando em Hillary Clinton.

As transações assumem a forma de títulos cuja performance está ligada a um grupo de ações. A Leonteq, empresa suíça provedora de produtos estruturados, tem visto um "forte interesse" por essas notas em Cingapura, disse Frank Troise, chefe de distribuição digital na cidade-estado asiática.

Ele preferiu não fornecer números de vendas, mas afirmou que mais de quatro quintos das notas vendidas por sua empresa apostavam que Hillary se tornaria a 45ª Presidente dos Estados Unidos.

"Os investidores estão votando com suas carteiras", disse Troise. "A expectativa é que esses mercados subam substancialmente se Hillary realmente ganhar."

As chances de vitória de Hillary estavam em torno de 66% nesta sexta-feira (4), segundo a agregadora de pesquisas FiveThirtyEight. As chances da candidata eram de 82% em 27 de outubro, o dia anterior à revelação do FBI de que havia reaberto sua investigação sobre o uso de um servidor de e-mail pessoal por Hillary.

O banco suíço Vontobel Holding está vendendo notas estruturadas ligadas a ações que deverão ter bom desempenho se Hillary vencer, além de dívidas similares que se beneficiariam com uma vitória de Donald Trump.

Eric Blattmann, chefe de distribuição pública de produtos financeiros na instituição, que opera como banco e gestora de ativos, reportou vendas de pelo menos US$ 10 milhões em notas que lucram com vitórias tanto de Hillary quanto de Trump.

Uma característica

As notas do Vontobel apresentam uma característica incomum: elas serão emitidas apenas se o candidato no qual os clientes estão apostando realmente vencer. Se um investidor comprar notas de Hillary e Trump vencer, os clientes receberão seu dinheiro de volta.

Os conjuntos de notas de Hillary e de Trump tendem a incluir exposição a empresas de infraestrutura, como a Caterpillar, porque ambos os candidatos prometeram estimular um investimento maior em rodovias, pontes e outros projetos.

Uma vitória de Hillary pode ser positiva para operadoras de hospitais como a HCA Holdings, que pode se beneficiar com a continuidade dos subsídios da Affordable Care Act (Lei de Proteção e Cuidado ao Paciente), segundo analistas do Credit Suisse. A HCA está no grupo de notas "Clinton", assim como a United Parcel Service, que poderia tirar proveito do fato de a candidata ser vista como mais favorável ao comércio exterior do que seu adversário.

Os certificados "Trump" da Vontobel são ligados a bancos americanos como JPMorgan e Citigroup, além de empreiteiras militares como Boeing e Honeywell International. Trump falou em revogar e substituir a Lei Dodd-Frank, que exige que os bancos reduzam parte da tomada de riscos, financiem seus negócios com mais capital e se submetam a uma maior supervisão.

A redução ou o cancelamento dessa lei poderia ampliar os lucros dos bancos a curto prazo e as ações das companhias financeiras mostraram a maior ligação, entre todos os setores, com as chances de Trump. O republicano também propôs aumentar o investimento em defesa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos