Bolsas

Câmbio

Plantio acelerado da soja favorece safrinha de milho no Brasil

Tatiana Freitas

(Bloomberg) -- Os produtores rurais do Brasil se referem à segunda colheita anual de milho como "safrinha", mas talvez devessem trocar o nome. Por cinco anos seguidos, ela rendeu mais grãos do que a primeira colheita, e a próxima pode ser a maior safra da história do país.

Embora a safrinha só comece a ser plantada em janeiro -- a maior parte da terra agora está sendo usada para o cultivo de soja --, os produtores rurais afirmam que as condições são ideais para uma grande colheita.

O plantio de soja foi tão rápido neste ano que deverá haver bastante tempo após a colheita para semear os mesmos campos com mais milho. Outro incentivo é que os preços domésticos estão elevados devido à demanda para ração no Brasil, um dos principais exportadores de carne de frango e suína.

"Teremos uma ótima janela para o plantio da segunda safra de milho este ano", disse Aedson Pereira, analista da consultoria em agronegócios Informa Economics FNP em São Paulo. "Esse é o momento para o produtor se recapitalizar após as perdas com a seca no ano passado."

A oferta crescente do Brasil, o segundo maior exportador do mundo, poderá ampliar o excedente global. Embora a demanda nunca tenha sido maior, a safra recorde dos EUA, o maior produtor e exportador, elevará os estoques ao maior patamar da história.

Pereira disse que a área com milho durante a safrinha provavelmente aumentará 8%, ajudando a elevar a produção total de milho do Brasil ao recorde de 87 milhões de toneladas, 30% a mais do que a colheita prejudicada pela seca na safra anterior.

O clima temperado do sul do Brasil possibilita períodos de cultivo prolongados que ajudaram a impulsionar o boom agrícola do país nas últimas duas décadas.

O Brasil é um grande fornecedor de alimentos como açúcar, café, laranja e carne bovina. A produção de soja duplicou desde 2002 e a exportação brasileira atualmente é a maior do mundo. A produção de milho cresceu ainda mais rapidamente, com a produção dobrando entre 2006 e 2013.

Até 2010, cerca de um terço do milho do Brasil era colhido na safrinha, por isso o apelido. O plantio da primeira safra normalmente começa em outubro e a colheita, em fevereiro.

Mas mais produtores de soja vêm adicionando o milho como uma cultura de fim de estação que pode ser colhida de maio a setembro. Na última safra, o milho da safrinha respondeu por 61% da produção total, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

O plantio de soja em Mato Grosso, maior produtor de ambos os grãos, estava 80% concluído em 4 de novembro, ante 61% no mesmo período do ano passado, maior percentual para a data desde que o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) começou a monitorar os dados, em 2008.

O plantio também estava quase concluído no Paraná e no Mato Grosso do Sul. Se incluídos os outros Estados, 51% da safra de soja do Brasil já havia sido plantada, ante 40% há um ano, segundo a consultoria em agronegócios Céleres.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos