Para os super ricos, banheiros precisam ter vista deslumbrante

Mark Ellwood

(Bloomberg) -- Clodagh é conhecida pelo foco em sustentabilidade e na natureza em cada residência que desenha; acima de tudo, ela é categórica em seus esforços para trazer o exterior para dentro.

E a irlandesa especialista em interiores (sim, ela dispensa sobrenomes) acredita que existe um cômodo no qual essas conexões com a natureza geram mais impacto do que em qualquer outro lugar da casa. "Eu sempre sugiro projetar banheiros com vista", disse ela, por telefone, de seu escritório, em Nova York. "Trata-se de um cômodo, lembre-se, que costumava ser chamado de 'water closet', porque era muito escondido.

Mas você passa oito a 10 horas por semana lá dentro e este é um dos lugares onde você pode se refrescar, se renovar e receber luz natural. A pele é o maior órgão do corpo, e receber luz natural é muito bom para a saúde e para o bem-estar."

A casa da própria Clodagh tem vistas para o exterior em todas as instalações: banheira, sauna, chuveiro e vaso sanitário. Para os clientes, ela encontra formas engenhosas de oferecer uma vista, como uma claraboia para que "você possa deitar na banheira e olhar para o céu".

Recentemente, ela insistiu, inclusive, em abrir um grande buraco no muro estrutural externo da casa de um cliente em Miami, dando ao chuveiro uma vista para um canal interno. "Não me chamam de Rainha da Demolição à toa", disse ela, rindo.

Clodagh não é a única. Cada vez mais, seja em empreendimentos de luxo ou em residências particulares, o design e a localização de um banheiro já não são deixados para o fim.

O que antes era uma forma prática de maximizar a metragem quadrada morta que permanecia depois que o restante do espaço útil havia sido mapeado se transformou, por si só, em argumento de venda. Construções de alto padrão agora colocam banheiros nos melhores lugares da casa, onde se pode desfrutar do máximo de luz e das melhores vistas possíveis.

Não é coincidência que à medida que a privacidade se torna cada vez menos importante (ou até impossível), os banheiros exibicionistas que oferecem vistas para os moradores e seus vizinhos tenham maior probabilidade de se tornarem comuns.

Nem todo comprador terá coragem suficiente para adotar o layout do número 737 da Avenida Park, contudo. Os apartamentos desse edifício reformado dos anos 1940 apresentam banheiros com uma vista inesperada: os chamados vasos sanitários duplos -- cisternas colocadas diretamente em frente uma da outra para que não haja necessidade de deixar a companhia daquela pessoa especial nem por um momento sequer.

Certamente este banheiro oferece uma vista, mas talvez ela não seja apreciada por todos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos