Bolsas

Câmbio

Point de celebridades e políticos em Londres vai se expandir

Richard Vines

(Bloomberg) -- Os proprietários do Kitty Fisher's, que se tornou o restaurante mais badalado de Londres quando abriu as portas há dois anos, planejam quatro ou cinco filiais que reproduzam o ambiente informal e também incursionem por novos tipos de culinária.

O modelo para essa estratégia de expansão é o da chef April Bloomfield em Nova York, que fez muito sucesso com o pub gastronômico Spotted Pig e depois abriu diversos restaurantes novos, como um especializado em peixes e outro que vende hambúrgueres.

O sucesso do Kitty Fisher's surpreendeu seus proprietários, Tom Mullion, Oliver Milburn e Tim Steel. Trata-se de um pequeno restaurante com uma cozinha minúscula onde o chef Tomos Parry prepara pratos de estação em uma churrasqueira à lenha. Celebridades como Brad Pitt estiveram entre os primeiros clientes, junto com o então primeiro-ministro David Cameron, o chef Heston Blumenthal e Danny Meyer, administrador de restaurantes em Nova York.

Era o lugar mais difícil para conseguir uma mesa em Londres. Você tinha sorte se alguém sequer atendia ao telefone, e o número pessoal dos donos era o meio mais seguro de conseguir uma reserva para jantar.

"O sucesso chegou em pouco tempo e havia muita gente tentando entrar em um lugar pequeno", disse Milburn referindo-se ao restaurante com capacidade para 34 clientes. "Além disso, tínhamos um problema telefônico. Nós reservávamos uma ou duas horas por dia para atender ao telefone, porque estávamos atendendo às pessoas e não tínhamos mais mãos para isso."

A expansão deve começar no próximo ano. Mullion e Milburn disseram que um pub poderia se sair bem, e talvez uma localização próxima ao Kitty Fisher's original, no Shepherd Market em Mayfair. Eles também estão pensando em um foco em peixes e em um restaurante com drinques e pratos pequenos.

"Tivemos esse sucesso durante dois anos e agora sentimos que é o momento certo de crescer", disse Mullion. "O plano não é espalhar cópias do Kitty Fisher's pela cidade, nós queremos quatro ou cinco lugares na capital e que todos sejam restaurantes fortemente independentes."

O crescimento acontecerá sem Parry, que sairá no fim do ano em busca de seu próprio restaurante em Londres. Ainda não foi nomeado um substituto.

"Houve um grande burburinho quando abrimos, e isso ajudou a criar um ambiente ótimo na cozinha", disse Parry. "Não fui trabalhar nesse restaurante com o objetivo de abrir o lugar mais badalado. Isso simplesmente aconteceu, foi uma surpresa. Mas agora é natural que eu passe para a próxima etapa de minha carreira."

Richard Vines é o principal crítico gastronômico da Bloomberg. Siga-o no Twitter @richardvines e no Instagram @richard.vines.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos