Comitê da Rio 2016 ainda deve milhões de reais a fornecedores

Tariq Panja

(Bloomberg) -- Três meses após a cerimônia de encerramento das Olimpíadas no Rio de Janeiro, fornecedores e fãs dizem que ainda têm dinheiro a receber do comitê organizador. Alguns contratados e fornecedores ameaçam entrar com ação judicial por causa das contas não pagas. No mês passado, 400 trabalhadores de uma empresa de limpeza protestaram com vassouras em frente à sede da Rio 2016.

"Eles não entraram em contato para discutir isso nem para elaborar um plano de pagamento,", disse Danielle Vasconcelos, gerente da Sunplus. Segundo ela, a empresa tem a receber R$ 8 milhões pelos serviços prestados durante os jogos e não consegue pagar salários por causa dessa dívida.

A Rio 2016 promete que o dinheiro vai chegar. O comitê espera um pagamento de US$ 30 milhões do Comitê Olímpico Internacional no mês que vem.

A prefeitura do Rio também tem um fundo de R$ 150 milhões direcionado a dívidas deixadas pelas Olímpiadas, mas os pagamentos são contingentes a uma auditoria e à divulgação das contas do comitê "provando a existência de um déficit", segundo comunicado da prefeitura.

"Vamos garantir que todos sejam pagos", disse Mário Andrada, responsável pela comunicação do comitê organizador. "O quadro está melhor agora. Houve um pequeno momento de pânico."

Cerca de 700 dos 20 mil fornecedores que atuaram nas Olimpíadas ainda são credores, assim como alguns espectadores que devolveram ingressos. Algumas empresas ofereceram reduzir as cobranças em troca de pagamento mais rápido. "Todos os contratos têm alguma gordura", afirmou Andrada.

Ele não revelou o valor que ainda é devido, mas informou que 90% das contas serão acertadas até o fim do ano.

A recessão ameaçava financeiramente as Olimpíadas antes mesmo do começo dos jogos. Os planos para a cerimônia de abertura, a infraestrutura de hospedagem e elementos não essenciais foram reduzidos e fundos de emergência foram solicitados para realização das Paraolimpíadas. Ao todo, os jogos custaram aproximadamente US$ 2,8 bilhões e o COI pagou mais da metade da conta.

O comitê organizador local será desmantelado em junho de 2017. Até lá, Andrada acredita que todas as dívidas serão quitadas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos