Bolsas

Câmbio

Bilionário propõe moradia de contêineres para pessoas sem-teto

Patrick Clark

(Bloomberg) -- Casas minúsculas surgiram na última década como um modo promissor de abrigar mais pessoas sem-teto por menos dinheiro. Agora a ideia ganhou um poderoso adepto, o bilionário incorporador imobiliário da Califórnia John Sobrato, que revelou neste mês uma proposta para construir 200 microapartamentos para pessoas sem-teto e inquilinos de baixa renda em Santa Clara.

Sobrato, que passou a maior parte de sua carreira construindo espaço de escritório para muitos gigantes tecnológicos do Vale do Silício, solicitou à Câmara Municipal de Santa Clara os direitos exclusivos de negociação para arrendar um terreno de 10.117 metros quadrados pertencente ao município, que fica 4,83 quilômetros ao sul do estádio do San Francisco 49ers e atualmente está arrendando para uma concessionária Hyundai. O plano de Sobrato para o lote inclui unidades de 14,86 e 22,3 metros quadrados, grandes o suficiente para uma quitinete e um banheiro com chuveiro, que poderiam ser fabricadas reformando contêineres de transporte marítimo, segundo ele.

"Acho que está na hora de eu voltar minha atenção à criação de uma solução com um ótimo custo-benefício para a moradia de pessoas sem-teto e com uma renda extremamente baixa", disse Sobrato em uma reunião da Câmara em 6 de dezembro, cujo vídeo está publicado na internet. "Em vez de dormir em uma barraca ou debaixo de um viaduto, os desabrigados de Santa Clara terão um lugar limpo, digno e seguro para chamar de lar."

A história do projeto remonta a 2005, quando o município adquiriu o lote vazio com o objetivo de construir moradia acessível. O financiamento para o projeto fracassou e o terreno ficou vago. Em outubro, Sobrato escreveu uma carta para a prefeita de Santa Clara, Lisa Gillmor, para expor a nova proposta.

Segundo o plano, o incorporador solicitou um arrendamento durante 57 anos por um custo de US$ 1 ao ano. Em troca, a Sobrato Organization, com sede em Cupertino, construiria os apartamentos, que seriam de sua propriedade, e os arredaria ao Condado de Santa Clara, que contrataria prestadores de serviços de gestão imobiliária e assistência aos sem-teto. O projeto, que se chama Innovation Place, poderia entrar em atividade já em 2018, com metade das unidades alugadas a pessoas sem-teto e metade oferecida a inquilinos que ganham entre 50 por cento e 80 por cento da mediana da renda da região.

A proposta foi noticiada na semana passada pelo jornal Santa Clara Weekly. Uma petição on-line contrária ao plano, publicada anonimamente, reuniu mais de 100 assinaturas.

Sobrato não respondeu a e-mails e telefonemas em busca de comentários.

Maquetes apresentadas à Câmara Municipal de Santa Clara mostram apartamentos construídos a partir de contêineres de transporte marítimo. Sobrato disse que eles também poderiam ser construídos com outro sistema modular ou com uma obra de raiz tradicional.

Título em inglês: A Billionaire's Plan to House the Homeless in Shipping Containers

Para entrar em contato com o repórter: Patrick Clark Ny, pclark55@bloomberg.net, Para entrar em contato com os editores responsáveis: Daniela Milanese dmilanese@bloomberg.net, Patricia Xavier

©2016 Bloomberg L.P.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos