Bolsas

Câmbio

Plano de traders de alta frequência é vetado no Reino Unido

Will Hadfield e Brian Louis

(Bloomberg) -- As autoridades locais da zona rural da Inglaterra rejeitaram a proposta "incrivelmente estúpida" de um grupo de traders de alta frequência de construir antenas de rádio do tamanho da Torre Eiffel, frustrando os planos de inauguração da rota de trading mais rápida possível entre os mercados financeiros de Londres e Frankfurt.

Em audiência pública realizada na noite passada, o conselho do distrito de Dover rejeitou planos diferentes da Vigilant Global, que faz parte da DRW Holdings, uma empresa com sede em Chicago, e da New Line Networks -- uma joint venture da Jump Trading, com sede em Chicago, com a KCG Holdings, com sede em Nova York. Representantes de ambas as empresas preferiram não comentar o assunto.

"Em 26 anos como conselheiro, esta é a pior proposta que eu já vi", disse Bernard Butcher, vice-presidente do comitê de planejamento, em resposta à candidatura da Vigilant. "Essa proposta, em particular, é simplesmente horrorosa, é estúpida demais para ser sequer analisada."

"Deve haver outros lugares onde isto não provocará tanto estrago e feiura", disse ele na reunião.

De um lado da câmara do conselho estavam executivos do mundo das negociações em alta frequência e seus assessores de planejamento e de relações públicas. Do outro, membros da população que se opunham à construção de duas torres de mais de 300 metros de altura na zona rural próxima. A Vigilant e a New Line Networks haviam esperado um ano para que o conselho decidisse se elas poderiam avançar com seus planos, que teriam encurtado os tempos de negociação entre os dois maiores centros financeiros da Europa.

O diretor de planejamento Andrew Somerville expôs argumentos contra as torres: elas arruinariam a vista a partir do Forte Romano de Richborough, uma das principais atrações turísticas da região; elas apresentam poucos benefícios para a economia nacional; e a Vigilant, pelo menos, não conseguiu avaliar suficientemente o perigo potencial para o meio ambiente local.

"Estamos decepcionados com a decisão do comitê, mas agradecemos o retorno oferecido pelos membros do comitê", disse Eric Bellerive, diretor de arquitetura global de rede da Vigilant. "Acreditamos firmemente que essa proposta teria resolvido um problema real da indústria financeira e ao mesmo tempo ofereceria um valor significativo para as economias nacional e local. É importante que agora tomemos nosso tempo para refletir sobre o retorno dado pelos conselheiros e avaliemos se existe alguma maneira de avançar em um esquema futuro de forma mutuamente benéfica."

Os negociadores de alta frequência têm mais uma carta na manga. Eles podem apelar ao governo central do Reino Unido, argumentando que as torres geram um benefício mais amplo para a economia britânica. Em última instância, um ministro poderia desautorizar o conselho do distrito de Dover e permitir o avanço do projeto, disse Iain Gilbey, sócio do escritório de advocacia Pinsent Masons, especializado em planejamento de infraestrutura.

"Agora é esperar para ver", disse Gilbey.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos