Bolsas

Câmbio

Mansão de US$ 5 mi no deserto vem com obras de arte embutidas

James Tarmy

(Bloomberg) -- Depois do terremoto de 1987 em Whittier Narrows, no sul da Califórnia, EUA, Stéphane Janssen decidiu que estava na hora de ir embora de Los Angeles. "O terremoto mexeu muito comigo", disse Janssen, que nasceu na Bélgica. "Eu estava folheando uma revista e vi um artigo chamado 'Carefree Life'" -- um jogo de palavras com o nome de uma comunidade fechada em Scottsdale, no deserto do Arizona, chamada Carefree Ranch -- "então procurei e encontrei três lotes que eu poderia juntar com vistas extraordinárias."

Janssen contratou então o arquiteto Chuck Johnson, que projetou as plantas de uma construção de quase 1.074 metros quadrados, mas depois Janssen e Johnson se desentenderam. "Tínhamos muitas desavenças", disse Janssen. "Ele queria que as paredes não fossem retas, e eu não poderia pendurar meus quadros. Ele disse: 'Você vai estragar minha casa colocando obras de arte nela'".

Então, depois de comprar o projeto de Johnson e contratar outro arquiteto, a casa levou dois anos e US$ 7,5 milhões para ser construída e, em 1992, Janssen e seu parceiro na época se mudaram para a casa.

Um quarto de século depois, Janssen colocou à venda a propriedade de 6 hectares que fica a cerca de uma hora de carro de Phoenix. Inicialmente, ele colocou-a no mercado em 2008 por US$ 10,95 milhões, de acordo com a Zillow, e agora voltou a oferecê-la por um valor mais modesto, US$ 4,9 milhões. "O mercado imobiliário está ruim desde 2008", explicou ele. Janssen está vendendo, disse ele, porque passa oito meses por ano na Bélgica e tem outro imóvel no centro de Scottsdale. Também há uma questão de saúde: ele tem 81 anos. "Minha coluna é ruim e prefiro superfícies planas", disse ele.

A mansão fica em um dos pontos mais altos da região e vem com uma casa com dois quartos para visitas. No total, o imóvel tem quatro quartos, cinco banheiros e dois toaletes. Janssen, que disse que não trabalha desde 1965 ("Eu tive uma galeria, mas não sei se posso chamar isso de trabalho", disse ele, acrescentando que, de qualquer modo, largou a galeria em 1976), é o herdeiro de uma fortuna do setor farmacêutico. Seu trisavô Ernest Solvay inventou o processo de fabricação do bicarbonato de sódio e sua família fundou a UCB, gigante belga da indústria farmacêutica.

Janssen comprou sua primeira obra de arte aos 16 -- um quadro do artista surrealista Óscar Domínguez -- e posteriormente reuniu uma coleção que, segundo suas estimativas, tem de 2.000 a 3.000 obras. A coleção inclui fotografias de Cindy Sherman e Robert Mapplethorpe, quadros de Jean Michel-Basquiat e obras de artistas do movimento Cobra, como Karel Appel e Pierre Alechinsky.

Janssen também encomendou obras para a casa, e nove delas estarão incluídas na venda do imóvel. Entre as instalações artísticas que permanecerão há uma parede de cerâmica feita por Jun Kaneko, cuja obra faz parte da coleção permanente do Smithsonian Museum em Washington e do Vitoria & Albert Museum em Londres, e uma gigantesca escultura de água do artista Eric Orr, um dos principais personagens do movimento de arte "luz e espaço".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos