Bolsas

Câmbio

Maior produtora russa de zinco e cobre planeja crescer muito

Yuliya Fedorinova e Alexander Sazonov

(Bloomberg) -- A maior companhia mineradora de zinco e segunda maior produtora de cobre da Rússia planeja uma expansão abrangente de sua produção diversificada de minerais, disse um dos donos e CEO da empresa, o bilionário Andrey Kozitsyn, em uma entrevista.

A Ural Mining & Metallurgical Co., que vende metade do cobre que extrai para exportação sob acordos de longo prazo com traders como a Glencore e a Trafigura, visa recuperar a produção do metal perdida nos últimos anos devido à deterioração da qualidade do minério, de acordo com Kozitsyn. A empresa também planeja elevar a produção de zinco em até 15 por cento em meio a reduções da oferta global que aumentaram os preços.

O cobre poderia registrar seu primeiro déficit em seis anos em 2017, com déficits pelo menos até 2020, em parte devido a menos investimentos em novas minas, disse o Citigroup em fevereiro. Isso poderia aumentar os preços em cerca de um terço, para mais de US$ 8.000 por tonelada, disse o banco. O cobre e o zinco estão entre os melhores desempenhos do ano passado na London Metal Exchange, com altas de 18 por cento e 60 por cento, respectivamente.

O conteúdo de cobre por tonelada de minério nos depósitos da UMMC nos Urais caiu de um pico de 1,6 por cento para 1,2 por cento, disse Kozitsyn em Moscou. Isto provocou uma queda de mais de 5 por cento na produção no ano passado, para 350.000 toneladas, cerca de 40 por cento da produção total do metal na Rússia.

A empresa planeja um gasto de capital de US$ 1 bilhão por ano. Isso inclui um esforço para levar a produção anual de cobre de volta para a faixa de 370.000 a 380.000 toneladas dentro de três a cinco anos mediante o enriquecimento adicional do minério, a expansão da mineração e o processamento de rejeitos e escória, disse o CEO. A UMMC representa cerca de 2 por cento da produção global do metal.

Preços do cobre

A UMMC, cujos principais ativos se encontram na região dos Urais, também produz chumbo, elementos como selênio e cádmio, assim como carvão, ouro e cabos. Esse é um nível de diversificação incomum entre as mineradoras russas, disse George Buzhenitsa, analista do Deutsche Bank em Dubai.

A UMMC também planeja expandir a produção da Kuzbassrazrezugol OJSC, sua unidade mineradora de carvão, de cerca de 44 milhões de toneladas no ano passado para cerca de 50 milhões de toneladas por ano no médio prazo, disse Kozitsyn. Ao contrário de muitas outras mineradoras russas, a empresa não planeja vender ações ou títulos.

"Como companhia de capital fechado, nós utilizamos instrumentos de dívida oferecidos por bancos russos e isso nos dá termos de dívida que não são piores do que outras opções", disse o CEO.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos