Bolsas

Câmbio

China fecha fábrica Hershey-Lotte em resposta a mísseis

Heejin Kim e Sohee Kim

(Bloomberg) -- A Lotte Shanghai Foods, uma joint venture entre a Hershey e a Lotte Group, recebeu ordem das autoridades chinesas para paralisar a produção, ampliando a retaliação econômica da China pelo emprego de um sistema de defesa antimísseis dos EUA na Coreia do Sul.

A ordem de suspensão, confirmada pela Lotte, marca a primeira vez em que uma empresa dos EUA é incluída na briga da acirrada disputa política entre a China e a Coreia do Sul. A suspensão da fábrica é a medida mais recente da China contra empresas sul-coreanas.

A Lotte e suas afiliadas foram alvo da maior parte das recentes medidas chinesas depois que o conglomerado sul-coreano fechou um acordo para oferecer um campo de golfe que os EUA usarão para instalar o sistema de mísseis Terminal High Altitude Area Defense para conter as provocações da Coreia do Norte, entre elas o disparo de teste de quatro mísseis balísticos em 6 de março.

Um representante da Lotte, que pediu para não ser identificado, citando políticas da empresa, disse que as autoridades chinesas ordenaram a interrupção da produção devido a supostas violações de segurança. A paralisação de um mês poderia custar à joint venture cerca de 4 bilhões de wons (US$ 3,5 milhões) em vendas perdidas, segundo o representante da companhia. A fábrica produz chocolates e produtos à base de cacau. Não foi possível encontrar representantes da Hershey fora do horário comercial nos EUA.

A reação da China se estendeu também a outros setores. Representantes do governo sul-coreano disseram que autoridades chinesas ordenaram verbalmente que as agências de viagens locais interrompessem a venda de pacotes turísticos para a Coreia do Sul a partir de 15 de março e que a alfândega chinesa está rejeitando certos carregamentos de cosméticos. As principais empresas de streaming pela internet da China tiraram do ar programas coreanos populares.

A China se opõe à instalação do sistema porque alega que ele prejudica sua própria segurança. Nas últimas semanas, o site chinês da Lotte foi hackeado e as autoridades chinesas, citando supostas violações de segurança contra incêndios, suspenderam 55 lojas da Lotte Mart, ou mais da metade das lojas operadas pela Lotte na China.

A Coreia do Sul está monitorando de perto a situação atual com a China e trabalhará para minimizar os danos a cidadãos e empresas coreanos expandindo os esforços econômicos e diplomáticos, disse o ministro das finanças, Yoo Il-ho, na quarta-feira, após reunião com ministros do governo.

As ações da Lotte Confectionery, a unidade que administra a joint venture de produção de chocolates em Xangai, caiu 4,2 por cento na quarta-feira em Seul, contra um ganho de 0,1 por cento do índice de referência do país, o Kospi. A Lotte Shopping, que opera lojas de departamento na Ásia, teve declínio de 0,7 por cento, ampliando sua queda acumulada a 9 por cento desde que o governo revelou o acordo sobre o terreno, em 27 de fevereiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos