Bolsas

Câmbio

Canaccord abre negócio em NY p/ atender fundos da América Latina

Cristiane Lucchesi

(Bloomberg) -- O banco de investimentos Canaccord Genuity, de Toronto, está iniciando um novo negócio em Nova York oferecendo acesso aos mercados globais a clientes institucionais latino-americanos.

O banco negociará ações, títulos de renda fixa e opções no mercado secundário usando as mesas nos EUA, no Canadá, na Austrália e na Ásia para fundos da América Latina, disse Alejandro Rebelo, que começou recentemente no Canaccord como diretor-executivo e lidera a iniciativa, em entrevista em São Paulo. "Os gestores de fundos da América Latina são tratados como reis em seus próprios países, mas não são grandes o suficiente para receber toda a atenção que merecem dos principais bancos internacionais."

A Canaccord está fazendo novas contratações para começar a atender primeiramente os clientes brasileiros, segundo Rebelo. O setor de fundos do Brasil é o maior da América Latina, com R$ 3,6 trilhões (US$ 1,15 trilhão) em ativos sob gestão, segundo a Anbima, a associação dos mercados de capitais.

A operação latino-americana de vendas e trading representa "um grupo de receita adicional sob nosso guarda-chuva de securities dos EUA", disse Mark Whaling, chefe global de vendas e trading da Canaccord Genuity, em memorando interno. "A equipe se concentrará em grande parte em ações dos EUA, mas também fará negócios em opções e renda fixa, que representam cerca de 20 por cento de sua base de receitas."

Considerando que muitos fundos brasileiros preferem títulos internacionais de empresas brasileiras como Petrobras e Gerdau, a Canaccord começará o negócio de vendas e trading para esses ativos, disse Rebelo, que anteriormente foi sócio da XP Investimentos.

Empresas de consumo

"Para ações, podemos usar as mesas que o banco já tem porque os brasileiros gostam de negociar principalmente empresas de consumo globais", disse Rebelo, citando as empresas com participação da 3G Capital, fundada pelo bilionário brasileiro Jorge Paulo Lemann, como a Kraft Heinz e a Anheuser-Busch InBev.

A Canaccord também vai oferecer o serviço de pesquisa de 130 analistas que cobrem mais de 1.000 empresas de todo o mundo. "Muitas empresas de commodities, incluindo algumas da América Latina, são negociadas no Canadá e isso também representa uma oportunidade importante para a Canaccord", disse ele.

O banco planeja oferecer "acesso corporativo" aos clientes latino-americanos, por meio do qual um gestor de fundos pode conversar com o CEO ou com o diretor financeiro de uma corporação que deseja entender melhor, segundo Rebelo.

"Os grandes bancos brasileiros nos EUA atendem basicamente grandes fundos dos EUA que investem no Brasil, e não o contrário", disse Rebelo, acrescentando que um banco internacional não concentrará muita atenção em um fundo brasileiro de US$ 150 milhões. "Eu vejo um nicho para nós aqui."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos