Bolsas

Câmbio

Alexa e Siri colocam Amazon e Apple na briga por hotéis Marriott

Hui-yong Yu e Spencer Soper

(Bloomberg) -- A batalha da Amazon com a Apple no campo das assistentes digitais está chegando a um novo cenário: os quartos de hotéis, onde Alexa e Siri brigam para ser a plataforma controlada por voz escolhida para atender os hóspedes.

O Marriott International, maior empresa de hospedagem do mundo, está testando aparelhos das duas gigantes da tecnologia em seu hotel Aloft, no distrito Seaport, em Boston, para determinar qual deles é o melhor para permitir que os clientes acendam as luzes, fechem as cortinas, controlem a temperatura ambiente e mudem os canais de televisão por comando de voz. Em dezembro, a Wynn Resorts se tornou a primeira empresa hoteleira a instalar aparelhos Echo equipados com a Alexa, começando com as suítes de sua principal propriedade, o Wynn Las Vegas.

As empresas de tecnologia estão usando os quartos de hotéis como vitrines para novos serviços e aparelhos que também podem controlar as chamadas casas inteligentes. A Amazon e a Apple competem pelo domínio desse mercado incipiente que promete permitir que os consumidores tenham acesso e gerenciem sistemas domésticos como aquecimento, resfriamento, iluminação e entretenimento comunicando seu pedido por voz em casa ou usando um smartphone de longe.

O Marriott espera decidir se adotará a tecnologia em uma ou mais redes na metade deste ano, possivelmente impulsionando as vendas do aparelho escolhido. Mais importante do que isso, a rede de hotéis ampliará a exposição da empresa vencedora no mercado de aparelhos ativados por voz, que estão ganhando mais força no mercado geral.

"Essas duas opções estão no páreo no momento", disse Toni Stoeckl, que administra as redes Aloft, Element, AC e Moxy como chefe global de marcas de estilo de vida do Marriott. Existem quase 130 hotéis Aloft nos EUA e outros 100 planejados.

Gates pioneiro

Duas décadas depois de o cofundador da Microsoft Bill Gates instalar o primeiro software de casa inteligente em seu complexo no Lago Washington com vista para Seattle, nos EUA, construtoras, fabricantes de veículos e operadoras de hotéis estão adotando a tecnologia para atender o consumidor comum.

Os quartos de hotel são o lugar ideal para a Amazon e a Apple exibirem seus aparelhos e permitirem que os hóspedes vejam como eles podem ser usados para tornar suas vidas mais confortáveis, disse Carolina Milanesi, analista da empresa de pesquisa Creative Strategies, com sede em San José, Califórnia. Ela fez uma comparação com a instalação de estações de acoplamento de iPhones em quartos de hotéis, anos atrás, para que as pessoas pudessem desfrutar de sua própria música no quarto.

Uma pergunta fundamental é se a interação será personalizada, permitindo que os hóspedes familiarizados com os aparelhos iniciem sessão em suas próprias contas, ou se será utilizado um conjunto padrão de recursos relevantes para a estadia no hotel, como receber notícias, conferir a previsão do tempo ou pedir um Uber -- comandos mais apropriados para pessoas pouco familiarizadas com a tecnologia.

No caso dos hotéis Aloft, do Marriott, a decisão entre Alexa ou Siri pode sair em breve.

"Provavelmente no fim do primeiro semestre deste ano teremos uma boa indicação sobre o caminho que vamos escolher", disse Stoeckl. "A disputa ainda está rolando."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos