Bolsas

Câmbio

Uber e geração Y impulsionam ação de telecomunicação da Ásia

Harry Suhartono e Fathiya Dahrul

(Bloomberg) -- O motorista do Uber Akhmad Andy Riyanto gasta cerca de três vezes mais que o usuário comum com seu serviço de telefonia celular em Jacarta -- e isso ajudou a empresa PT XL Axiata a se tornar a ação do setor de telecomunicações de melhor desempenho na Ásia.

A XL Axiata, uma unidade da malaia Axiata Group, subiu 42 por cento neste ano e é a melhor ação do MSCI AC Asia Telecommunication Services Index. Os investimentos muito superiores aos dos rivais em uma rede de quarta geração e a reputação de oferecer o serviço de dados mais rápido da Indonésia está atraindo mais usuários.

"As pessoas já não querem ter que esperar o vídeo carregar para assistir ao YouTube", disse a diretora e presidente da XL Axiata, Dian Siswarini, em entrevista, em 15 de março. "Antes os clientes queriam apenas o menor preço, mas no momento eles estão buscando um equilíbrio entre preço e desempenho. Eles estão mais dispostos a pagar por isso."

Os primeiros anos de concorrência no setor foram marcados por intensos cortes nos preços, mas agora o foco está nas conexões mais rápidas, disse Siswarini, uma das três mulheres que administram uma empresa de capital aberto do MSCI Indonesia Index. Com a queda da receita com as chamadas de voz, os dados passaram a ser o negócio de mais rápido crescimento, disse ela.

Riyanto, 20, gasta cerca de 90.000 rúpias (US$ 6,75) por mês com serviços de dados e de voz, contra uma média de 35.000 rúpias dos usuários da XL Axiata. Os pacotes da Telkomsel e da Indosat com preços similares oferecem menos dados.

A XL Axiata afirma ter uma participação de mercado de 15 por cento -- metade do tamanho de sua segunda maior concorrente, a Indosat --, mas seus usuários gastam em média 40 por cento a mais, segundo dados da Indosat e da Axiata. A Telkomsel cobre a maior parte das 17.000 ilhas do arquipélago, mas a XL Axiata vem expandindo agressivamente sua rede, que é mais rápida.

No ano passado, a XL Axiata mais que duplicou seus transmissores capacitados para dados para quase 47.000 unidades, contra um aumento de 43 por cento das redes de terceira e quarta geração da Telkomsel e uma expansão de 20 por cento da Indosat. A Telkomsel possuía quase 79.000 transmissores no fim do ano passado, enquanto a Indosat conta com cerca de 32.400 unidades.

"Eles têm a menor base de assinantes entre as três empresas e isso significa uma capacidade de dados maior por assinante para a XL Axiata", disse Niko Margaronis, analista de telecomunicações da PT Ciptadana Sekuritas em Jacarta. A XL Axiata tem duas vezes mais transmissores para cada 1.000 clientes que suas rivais, o que permite um congestionamento menor de sua rede.

Além disso, a XL Axiata está mirando a geração Y, que responde por um terço dos 250 milhões de habitantes da Indonésia, porque os jovens verificam constantemente seus feeds do Facebook e do Twitter. A Indonésia ficou em segundo lugar na Ásia em relação ao número de usuários do Facebook, com quase 78 milhões de contas até maio de 2016, segundo a empresa Statista.

O aumento do poder de compra da classe média continuará a impulsionar a demanda de dados, disse Siswarini da XL Axiata. "Temos vários consumidores que continuarão crescendo", disse ela. "A questão é como podemos obter mais receita com esse aumento no tráfego."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos