Bolsas

Câmbio

Como se comportar em uma entrevista de trabalho no Japão

Isabel Reynolds

(Bloomberg) -- Você já parou para pensar quantas vezes tem que bater na porta em uma entrevista de trabalho? No Japão, isso é importante.

A escassez de jovens implica que há duas vagas de trabalho para cada candidato em Tóquio, o que leva algumas companhias japonesas a considerar a contratação de estrangeiros. Mas uma entrevista pode ser um campo minado em termos de etiqueta, particularmente para quem não é do país. Até mesmo os estudantes japoneses são treinados nesse código, então é ainda mais importante que quem vem de fora conheça as normas.

"É uma espécie de teste para saber se você está procurando se adaptar", disse Rochelle Kopp, administradora da Japan Intercultural Consulting, que ajuda a que os ambientes de trabalho multiculturais funcionem melhor. Veja o que é necessário saber:

Você precisa de um 'traje de candidato'
Getty Images

A uniformidade é de suma importância: um conjunto preto e liso conhecido como "traje de candidato", uma camisa branca simples e bolsa e sapatos formais e pretos. Evite barbas, cabelo tingido, brincos grandes, maquiagem pesada, unhas chamativas e gravatas pretas, brancas ou extravagantes. Se você estiver usando um casaco, tire-o antes de entrar no edifício. Esse é um sinal de respeito também adotado em outras ocasiões solenes -- você raramente verá alguém de casaco em um funeral no Japão.

Ritual de entrada 
Getty Images

Sempre bata na porta três vezes, de acordo com o site de recrutamento Rikunabi. Bater duas vezes não é o melhor porque esse gesto é associado a verificar se o banheiro está ocupado. Espere a autorização para entrar. Uma vez dentro, vire-se e feche a porta sem fazer barulho. Não tente olhar para frente ao fazer isso. Depois, diga "com licença", curve-se para cumprimentar e caminhe para o lado esquerdo da cadeira. Apresente-se informando seu nome e universidade, curve-se novamente. Espere que lhe digam que pode se sentar.

Como se curvar

Ao se curvar, não incline apenas a cabeça: incline-se para frente desde o quadril com a coluna reta. Mantenha os braços ao lado do corpo e não dobre o joelho. O site de recrutamento MyNavi recomenda uma inclinação de 30 graus ao chegar e outra mais profunda, de 45 graus, ao sair da entrevista. Fique parado para se curvar, não tente fazer isso andando. Ao se sentar, mantenha a coluna ereta -- e não se apoie no encosto da cadeira. Os homens devem apoiar uma mão em cada joelho. As mulheres devem colocar uma mão sobre a outra e mantê-las no colo.

O que não se deve fazer 
Getty Images/iStockphoto

Não se atrase. No Japão, chegar cinco ou dez minutos antes de um compromisso é considerado simplesmente como chegar no horário. E não se esqueça de recolocar a cadeira na posição inicial ao sair da sala de entrevista. Kopp disse que ouviu falar de um candidato promissor que foi rejeitado por um empregador japonês por não ter feito isso, transmitindo a impressão de descuido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos