Bolsas

Câmbio

MercadoLibre também prioriza crescimento em vez de lucros

Erik Schatzker e Carolina Millan

(Bloomberg) -- O MercadoLibre, o mercado on-line latino-americano, ainda está em modo de crescimento, dando prioridade ao investimento no negócio em vez de buscar aumentar as margens de lucro, disse o CEO Marcos Galperín.

"Não faz sentido otimizar os lucros", disse Galperín, em entrevista à Bloomberg Television. "Nós não gostamos de focar nas margens."

Assim como a Amazon.com e o eBay, o MercadoLibre serve de vitrine para que os donos de pequenas empresas vendam de tudo, de roupas a videogames, novos e usados. E assim como a Amazon, os investidores têm se mostrado contentes com a estratégia da companhia de expandir-se rapidamente para novos negócios, mesmo que isso signifique incorrer em custos adicionais adiantados.

A margem do MercadoLibre sobre os lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização caiu por quatro anos seguidos, para 26,5 por cento no ano passado, contra 37,1 por cento em 2012, segundo dados compilados pela Bloomberg. As ações acumulam alta de 82 por cento nos últimos 12 meses, atingindo um preço de fechamento recorde de US$ 219,95 na segunda-feira.

A receita do quarto trimestre subiu 42 por cento, para US$ 256,3 milhões, impulsionada pela proliferação dos smartphones e pela melhora da cobertura de internet na América Latina, onde o comércio eletrônico ainda é incipiente. A companhia está crescendo mais rapidamente no Brasil e no México, onde compete diretamente com a Amazon, disse Galperín em entrevista na quinta-feira.

O MercadoLibre está focado em liderar o mercado latino-americano em vez de expandir-se em outras partes, disse ele. Em fevereiro, o diretor de operações da empresa, Stelleo Tolda, disse que a companhia planeja continuar investindo cerca de 12 por cento das receitas em pesquisa e desenvolvimento, com foco na unidade de logística da companhia, o MercadoEnvios. O total de itens entregues por meio da divisão aumentou 75 por cento no quarto trimestre em relação ao ano anterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos