Bolsas

Câmbio

Aviso aos ladrões: nova viatura da Ford é verde, mas é rápida

Keith Naughton

(Bloomberg) -- A Ford encontrou um jeito de os policiais perseguirem bandidos em uma viatura em alta velocidade e ajudarem o meio ambiente ao mesmo tempo.

A fabricante de veículos afirma que seu novo sedã híbrido Police Responder, um Fusion modificado, é o primeiro carro de polícia a gasolina e elétrico "apto para perseguições", ou seja, que é capaz de correr pelas ruas das cidades passando por cruzamentos movimentados e dar saltos. O veículo será revelado nesta segunda-feira em eventos simultâneos em Nova York e Los Angeles, este último com a presença do chefe da polícia de Los Angeles, Charlie Beck.

A viatura fará uma média de 16 quilômetros por litro combinando cidade e rodovia, mais de duas vezes o que o atual modelo Police Interceptor faz com um motor V6 de 3,7 litros. A Ford calcula uma economia de combustível de US$ 3.877 por carro ao ano. Para forças policiais de grandes cidades, que podem ter mais de 1.000 viaturas em suas frotas, a economia anual pode chegar a US$ 4 milhões.

"Ter um carro de perseguição verde é o que eles queriam", disse Arie Groeneveld, engenheiro-chefe do programa da Ford para viaturas de polícia, em entrevista. "Esperamos que esse veículo aumente nossa participação de mercado."

O Responder é um dos 13 novos modelos híbridos ou elétricos que a Ford afirma que oferecerá em todo o mundo até 2020, número que responderá por 40 por cento da oferta de suas concessionárias, contra 13 por cento atualmente. A fabricante vai investir US$ 4,5 bilhões em um plano ambicioso para eletrificar sua linha, apesar de o presidente dos EUA, Donald Trump, estar pensando em flexibilizar as regulações de economia de combustível e de os consumidores continuarem indiferentes aos veículos verdes.

Bonnie & Clyde

A Ford fabrica carros de polícia desde 1920, quando ofereceu aos policiais um Model T modificado. Atualmente, a empresa controla cerca de dois terços do mercado dos EUA com versões modificadas do sedã Taurus e do SUV Explorer. O modelo Crown Victoria dominou os patrulhamentos de rodovias durante décadas, a tal ponto que aqueles que trafegavam em alta velocidade sabiam que tinham que parar quando reconheciam a característica grade frontal do veículo em seu espelho retrovisor.

Os ladrões de banco também gostam dos carros da Ford. O Museu Henry Ford, perto da sede da Ford, em Dearborn, Michigan, EUA, exibe uma carta do mal-afamado Clyde Barrow. "Enquanto houver ar nos meus pulmões ressaltarei a elegância do carro que você fabrica", escreveu a Henry Ford em 1934, um mês antes de Barrow e Bonnie Parker serem mortos a tiros pela polícia -- em um Ford, claro.

O mais novo carro de polícia da Ford, que chegará às ruas no verão de 2018 (Hemisfério Norte), vai de 0 a 60 milhas por hora (96 km/h) em 8,7 segundos, mesma velocidade do velho Crown Vic, disse Brett Hinds, engenheiro-chefe de sistemas eletrificados de transmissão da Ford. O motor elétrico acompanhado de um motor a gasolina de dois litros dá ao carro uma arrancada "muito mais vigorosa" que a das viaturas tradicionais, disse Hinds.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos