Bolsas

Câmbio

Microsoft lançará novo mercado e moeda própria no Minecraft

Nate Lanxon

(Bloomberg) -- A Microsoft está adicionando um novo mercado -- e uma moeda totalmente nova -- ao jogo de videogame Minecraft, abrindo pela primeira vez uma oportunidade para que as empresas vendam conteúdo e criações originais a dezenas de milhões de jogadores.

No mercado previsto para começar a operar neste trimestre, nove empresas venderão pacotes de funções dentro do Minecraft -- como novas tramas, atividades dentro do jogo ou paisagens para explorar -- com preços que variam de US$ 1 a US$ 10 por criação. Outras empresas poderão solicitar permissão para entrar no mercado nos próximos meses. Os usuários que desejarem adquirir conteúdo precisarão comprar uma nova moeda: Minecraft Coins.

"Pela primeira vez permitiremos que os criadores entrem e coloquem conteúdo na nossa loja juntamente com o conteúdo feito pelo Minecraft", disse John Thornton, produtor executivo do jogo na Microsoft. "O verdadeiro incentivo é permitir que os criadores se conectem com os jogadores e ajudá-los a ganhar dinheiro com o Minecraft."

Já existe uma loja dentro do jogo, mas ela é limitada a itens criados pela equipe de desenvolvimento do Minecraft. A mudança para permitir que desenvolvedores terceirizados vendam seus produtos no mesmo ecossistema abre um modelo de negócio totalmente novo para criativos independentes.

"Para nós o grande passo adiante é ter uma plataforma estável por meio da qual possamos construir um negócio sólido", disse James Delaney, diretor-gerente da BlockWorks, desenvolvedora terceirizada do Minecraft que é uma das primeiras empresas a receber permissão para vender na loja. "Sabemos que a comunidade é enorme e que essas pessoas são muito desesperadas por esse tipo de conteúdo."

121 milhões

"Enorme" é uma descrição relativa, mas em termos de mercado acessível se ajusta bem ao Minecraft. O jogo, originalmente lançado em 2011 após dois anos de versões experimentais, foi adquirido pela Microsoft por meio da aquisição da empresa de software Mojang por US$ 2,5 bilhões em 2014. O Minecraft cresceu até vender 121 milhões de cópias em todo o mundo e conta com 55 milhões de jogadores mensais únicos, segundo números fornecidos pela Microsoft.

Os desenvolvedores têm liberdade para estabelecer preços para suas criações. "Não temos um limite de preços forte", disse Thornton. "Se aparece um conteúdo que todos concordam que é de um valor significativo e pelo qual um consumidor pode querer pagar um valor maior, teremos essa conversa. Em última análise, cabe ao criador decidir."

Para empresas e criadores como Delaney, da BlockWorks, a jogada da Microsoft permite que sua empresa avance em uma direção completamente nova depois que a Mojang executou uma mudança nas diretrizes comerciais do jogo para evitar que o Minecraft fosse usado como uma plataforma de marketing aberta para a venda de produtos.

"Nós anteriormente usamos um pouco de Minecraft para promover filmes e fizemos algumas coisas para o Tomorrowland, da Disney", disse Delaney. "Mas as diretrizes comerciais que vieram um ano e pouco atrás meio que nos impediram de seguir com isso. O grande negócio do mercado é o retorno da oportunidade comercial que o Minecraft representa para nós."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos