Bolsas

Câmbio

Projeções para os lucros em 2017 sobem ao redor do mundo

Blaise Robinson

(Bloomberg) -- Nesta época do ano, os analistas costumam baixar estimativas otimistas demais para os lucros das empresas. Mas não desta vez.

Com a volta da inflação e a melhora do crescimento econômico, analistas ao redor do mundo estão subindo projeções para os lucros das empresas em 2017. O número de revisões para cima é maior do que o de revisões para baixo, segundo dados compilados pela Bloomberg. Isso é bom para as bolsas nos próximos meses.

Segundo Emmanuel Cau e Mislav Matejka, estrategistas de renda variáel do JPMorgan Chase, as revisões para cima são incomuns especialmente porque as projeções de consenso no início do ano já eram elevadas. A expectativa para o primeiro trimestre é que os lucros avancem 15 por cento na Europa, 9 por cento nos EUA e 16 por cento no Japão, escreveu a dupla em relatório divulgado em 10 de abril.

Apesar das expectativas elevadas, o JPMorgan vê espaço para surpresas positivas nesta temporada de balanços, argumentando que o ambiente para definição de preços, a alavancagem operacional, as cotações das commodities e as condições de crédito foram favoráveis durante os três primeiros meses do ano.

"Achamos que a entrega de lucros será significativamente melhor até do que foi no robusto quarto trimestre", escreveram os estrategistas.

Já o Bank of America-Merrill enxerga o início de um ciclo global de revisão para cima nas previsões de lucro. O número de melhoras é superior ao de pioras nas estimativas pela primeira vez em seis anos.

Ocasiões passadas em que a proporção entre revisões para cima e para baixo ficou acima de 1 sinalizaram disparada das bolsas nos 12 meses seguintes, escreveram estrategistas do banco em relatório divulgado em 30 de março.

A temporada de balanços mal começou, mas os primeiros indícios corroboram as previsões. Nos EUA, a Delta Air Lines informou nesta quarta-feira que uma referência para seu poder de definição de preços se recupera após dois anos de queda. A alemã Daimler espalhou otimismo em relação às montadoras após informar que o lucro no primeiro trimestre quase dobrou. Bancos como JPMorgan Chase e Citigroup apresentarão resultados na quinta-feira.

Na Europa, essa retomada dos lucros era aguardada há muito tempo. O avanço da inflação impulsionou a receita das empresas e analistas subiram as estimativas de lucro anual das companhias europeias pela segunda vez em uma década, de acordo com relatório de 12 de abril escrito por um grupo de estrategistas do UBS que inclui Nick Nelson e Karen Olney.

Com o avanço dos preços ao consumidor e a reversão da tendência observada desde o auge da crise de dívida soberana na Europa em 2011, as margens de lucro das componentes do Euro Stoxx 50 já se ampliaram após atingirem o menor nível em 14 anos em julho do ano passado. A aceleração da inflação ajuda.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos