Bolsas

Câmbio

Melhor hotel executivo de Londres não é hotel executivo

Nikki Ekstein

(Bloomberg) -- Nem pense em chamar o Ned de hotel executivo.

Sim, por trás de sua grande fachada do Midland Bank de 1920, ele tem o tamanho de um centro de convenções, com 29,7 mil metros quadrados de espaço total. E sim, o hotel está localizado bem no meio da City, o coração das finanças e dos negócios de Londres.

Mas um hotel executivo é a última coisa que os fundadores do Ned se propuseram a criar. Segundo os repetidos alertas de seus gestores, eles parecem considerar essas duas palavras nada menos que uma excomunhão.

O Ned é a primeira colaboração entre Andrew Zobler e Nick Jones, badalados hoteleiros que têm o dom de atrair a nata da classe criativa. Jones fundou o Soho House, enquanto Zobler é CEO da Sydell Group, que desenvolve e opera propriedades aclamadas como o Nomad, em Nova York, o Freehand (em Miami e Chicago) e o Line (em Los Angeles e Washington D.C.).

Resort urbano é um termo mais apropriado, dizem. E, contudo, quando for inaugurado, em 27 de abril, o Ned será claramente o melhor hotel executivo da cidade.

Sucesso de bilheteria

Se os hotéis Soho House de Jones fossem como filmes independentes, caracterizou ele em entrevista, então este seria um grande sucesso de bilheteria.

O projeto é enorme em termos de tamanho e investimento: 252 quartos em 13 categorias; sete restaurantes públicos; um clube privado; três bares; uma piscina no telhado; seis espaços de reuniões e eventos; uma barbearia; um salão de cabeleireiros para mulheres; salões separados para rejuvenescimento facial e da pele, maquiagem e manicure/pedicure; academia e spa.

Apesar de a equipe ter preferido não comentar sobre o orçamento total, a restauração recente do deslumbrante Corinthia, outro enorme hotel de Londres, custou US$ 490 milhões. E apesar da coragem de ambos os hoteleiros, nenhum deles estava disposto a levar o projeto adiante sozinho.

"Nick nunca fez nada dessa escala, mas entende Londres como ninguém e tem uma grande estética e estilo", disse Zobler sobre a parceria. "Nós entendemos o negócio e o desenvolvimento de hotéis muito bem. Juntos formamos um grande time."

Jones concordou. "Somos responsáveis pelo design e eles foram responsáveis pela implementação -- tem sido uma colaboração de muito sucesso."

"Ninguém quer ficar sempre nos mesmos hotéis executivos chatos com os mesmos cardápios nos restaurantes e os mesmos toldos horríveis", disse Jack Ezon, da Ovation Travel, cuja empresa reserva pelo menos 30.000 noites em quartos corporativos em Londres por ano. "Você quer um lugar legal com uma ótima vibe que te deixe de bom humor, especialmente se você é do entretenimento. E se você puder combinar isso com quartos bons e grandes, melhor ainda", acrescentou.

Conclusão
"Os hotéis executivos precisam aprender a atender um público mais jovem", disse Ezon. "Precisam capturar a energia local e trazer alguma vida para si." É exatamente isso que o Ned foi desenhado para fazer.

Por isso, chame-o de resort urbano se desejar, mas nós brindaremos a Zobler e Jones por criarem o hotel executivo do futuro: um hotel que realmente não fica restrito aos negócios.

O Ned abre em 27 de abril. Quartos a partir de 250 libras (US$ 313).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos