Bolsas

Câmbio

Tóquio terá 45 novos arranha-céus até Olimpíada de 2020

Gareth Allan e Katsuyo Kuwako

(Bloomberg) -- O horizonte de Tóquio receberá 45 novos arranha-céus até a Olimpíada de 2020, organizada pela cidade, já que uma série de edifícios planejados nos primeiros anos do Abenomics se aproxima da conclusão.

A capital do Japão terá aproximadamente 50 por cento mais espaços elevados novos nos próximos três anos do que nos três anos anteriores, disse Toyokazu Imazeki, analista-chefe da empresa de locação de escritórios e consultoria Sanko Estate, em entrevista. Segundo ele, o aumento foi impulsionado pela expansão fiscal e pela flexibilização monetária sob o programa econômico do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, lançado após sua eleição, no fim de 2012.

"Isto marca o momento de conclusão dos edifícios planejados desde 2013, aproximadamente, quando as incorporadoras esperavam uma expansão econômica", disse Imazeki. O aumento na construção foi apoiado não apenas pelas políticas expansionistas de Abe, mas também pelas taxas de juros ultrabaixas do Japão, disse ele.

Os novos espaços de escritório arrendáveis em edifícios com andares com mais de 661 metros quadrados nos três bairros centrais de Tóquio aumentarão para cerca de 1,8 milhão de metros quadrados em 2020, contra 1,2 milhão de metros quadrados no período de três anos até 2017, disse Imazeki. Além de propriedades em áreas como o distrito de Marunouchi, próximo à Estação de Tóquio, um novo edifício principal de 41 andares do icônico Hotel Okura deverá ser concluído em 2019.

Setenta e cinco por cento das novas construções no período de 2016-2018 ficarão nos bairros centrais de Chiyoda, Chuo e Minato, contra 61 por cento no período de 2011 a 2015, segundo pesquisa da empresa Mori Building.

"A maioria dos edifícios se concentra nas três principais áreas da região central de Tóquio", disse Takashi Ishizawa, pesquisador sênior da Mizuho Securities. "Isto poderá acirrar a concorrência por inquilinos em outras áreas da cidade" porque os ocupantes dos escritórios serão atraídos para lugares mais nobres, disse ele.

Ishizawa acrescentou que haverá demanda ligada à organização da Olimpíada por Tóquio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos