Investidores apostam em barris de uísque em busca de lucro

Aya Takada e Ichiro Suzuki

  • Eduardo Knapp/Folhapress

(Bloomberg) -- Nigel Isherwood estava tão preocupado com o destino do sistema financeiro global no ano passado que buscou refúgio na bebida.

De julho para cá, Isherwood usou uma bolsa britânica para comprar 41 mil libras (US$ 51,3 mil) em uísque não engarrafado, ainda em processo de amadurecimento dentro de barris de carvalho de 200 litros -- uma aposta de que o valor do uísque aumentará com o tempo. O portfólio dele engloba também vinho francês fino e metais preciosos. Ele enxerga esses ativos não tradicionais como um escudo financeiro, especialmente se a inflação subir.

"Não sei nada sobre uísque, mas para mim isso não tem importância", disse Isherwood, 50, por e-mail, de Adelaide, na Austrália Meridional, onde trabalha como treinador esportivo. "Eu sei que espalhar o capital por aí sempre faz sentido. Envelhecer o uísque é algo que se encaixa nos meus princípios de investimento."

Em um momento em que uma garrafa de uísque de 40 anos vale mais de US$ 2.000 e que o consumo de todos os tipos da bebida está crescendo globalmente, talvez não surpreenda que os investidores busquem lucros no mercado. Os aumentos de preços dos últimos oito anos foram mais de duas vezes superiores aos do ouro e da prata, com base em dados do setor monitorados pela WhiskyInvestDirect, que oferece negócios com barris de 18 destilarias escocesas.

A Escócia, maior vendedora mundial de uísque, exporta mais de 1 bilhão de garrafas por ano e produz o único tipo que pode ser chamado "Scotch", segundo a Associação Escocesa do Uísque. O país possui cerca de 20 milhões de barris envelhecendo em armazéns. São necessários pelo menos três anos para que os destilados possam ser engarrafados, mas variedades de maior padrão podem envelhecer por 12 anos ou mais. Um barril típico contém uísque suficiente para cerca de 267 garrafas comuns de 750 mililitros.

Os proprietários da Galmarley, que tem sede em Londres e fundou o serviço WhiskyInvestDirect, calcularam que todos esses litros que aguardam anos nos armazéns poderiam ser comprados e vendidos pelos investidores, que tinham o potencial de transformar a forma como as destilarias financiam seus negócios. A Galmarley tem alguma experiência relacionada. Em 2003, criou a BullionVault, uma plataforma para a negociação de ouro e prata físicos, que atualmente gerencia cerca de US$ 2 bilhões em transações por ano.

Barris envelhecidos

"O uísque acondicionado em um barril está melhorando o tempo todo, diferentemente do ouro e da prata", disse Rupert Patrick, CEO da WhiskyInvestDirect que trabalhou por 24 anos no setor, primeiro em uma destilaria escocesa e depois para as distribuidoras Diageo e Beam Suntory. "Os preços sobem à medida que você o armazena e o melhora. Quando olhamos para outras classes de ativos e para outras opções para investir dinheiro, como títulos e ações, vemos que é um ótimo retorno."

"O uísque é um investimento atraente", especialmente para alguém que busca ativos alternativos, disse Kotaro Yoshizawa, que administra uma trading em Tóquio e começou a comprar a bebida na bolsa britânica após sua abertura. "Na comparação com as ações, eu posso dizer que o uísque é um ativo seguro."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos