Bolsas

Câmbio

Resort pequeno e exclusivo na Nicarágua tem grande missão social

Nikki Ekstein

(Bloomberg) -- Sob todos os aspectos, Alfredo e Theresa Pellas já transformaram a Nicarágua, seu país natal. Com a ajuda de mais de 1.000 organizações não governamentais parceiras dos EUA e de outros países, sua American Nicaraguan Foundation (ANF) serviu 265,5 milhões de refeições; construiu 19.936 casas; melhorou a saúde de 2.000 crianças gravemente desnutridas; forneceu acesso à água potável a 81.000 nicaraguenses; e construiu ou reformou 128 escolas, 55 centros comunitários, 13 clínicas médicas e 8 laboratórios de informática. Para um país que virou de cabeça para baixo por causa de revoluções políticas e catástrofes naturais no fim do século 20, este foi um impulso econômico vital.

Só em 2016, a ANF destinou US$ 5,8 milhões em dinheiro e o equivalente a US$ 90 milhões em bens para ajudar as comunidades mais pobres da Nicarágua. Em seus 25 anos de existência, o impacto total da ANF é de mais de US$ 1,8 bilhão.

Agora a fundação está buscando um jeito novo e inovador de chegar a possíveis doadores: através de um resort pequeno e extremamente luxuoso que segue as metas da ONG e oferece uma experiência extremamente exclusiva e amigável com a ecologia.

O Nekupe Sporting Resort & Retreat, de seis meses, é um impressionante complexo com oito quartos no interior do país, à sombra do vulcão Mombacho, a uma hora e meia ao sul de Manágua. Ao contrário das acomodações para mochileiros e dos resorts de surfe do litoral, Nekupe (que significa "paraíso" em chorotega, o idioma local) foi construído para que os turistas mergulhem em prazeres pouco conhecidos do interior da Nicarágua: andar a cavalo passando por diversos lagos e montanhas, praticar tiro ao prato perto de um riacho gorgolejante ou fazer sandboard em um vulcão ativo. O objetivo também é fazer com que visitantes endinheirados conheçam as metas da ANF ? como melhorar as oportunidades locais de emprego, a agricultura sustentável e a gestão ambiental. Os proprietários chegaram a reflorestar 526 hectares em torno da propriedade, que haviam sido destruídos pela derrubada e queima da vegetação, e designaram a área como uma reserva natural, na esperança de conservar e regenerar a fauna e a flora locais.

O Nekupe não foi construído para ser parte da história da ANF. "Originalmente, a ideia era que essa fosse nossa casa particular de férias", disse Alfredo Pellas à Bloomberg. Mas a construção demorou sete anos, e nesse tempo suas próprias missões filantrópicas evoluíram.

Por exemplo, ela se tornou parte do discurso de agricultura sustentável quando a família Pellas decidiu reflorestar seus 526 hectares plantando mais de 14.000 de árvores endêmicas de teca, mogno e frutíferas (a área vinha sendo destruída há anos por práticas agrícolas destrutivas). Agora, ela foi designada como reserva natural na esperança de que a recuperação do habitat atraia de volta populações locais de javalis selvagens, iguanas, macacos e pássaros nativos.

Transformar o Nekupe em um hotel também gerou uma fonte significativa de empregos na região: todos os 143 funcionários são nicaraguenses, e 80 por cento deles vêm da comunidade de Nandaime, adjacente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos