Os melhores restaurantes minúsculos do mundo

Candice Chung, Kate Krader e Richard Vines

(Bloomberg) -- O item mais badalado do momento nos restaurantes não é o aspargo roxo nem o tahine de gergelim preto. É o espaço. O aumento dos preços imobiliários e um ambiente que favorece a filosofia do ágil e provisório criaram uma onda de experiências gastronômicas muito pequenas e muito íntimas em todo o planeta. Até mesmo Wolfgang Puck, o primeiro chef celebridade, dono de um império de US$ 400 milhões, abriu seu mais novo restaurante com apenas 10 lugares neste mês: ou esta é uma forma esperta do chef de voltar à cozinha ou uma manobra para ganhar mais reputação no momento.

Para os amantes da culinária, esses espaços compactos também possibilitam se gabar por ter conseguido reservar uma cadeira em um restaurante com tão poucos lugares. Tanto para quem busca a mais fina gastronomia e toalhas de linho engomadas quanto para quem quer um encontro relaxado com um ramen, aqui vai uma lista de restaurantes de pequeno porte, todos com 14 lugares ou menos, para reservar já. Se você não tiver claustrofobia, é claro.

O clube noturno
Mr. Donahue's, Nova York (9 lugares)
Manhattan é uma cidade com espaço limitado, e um dos menores salões de jantar é o do Mr. Donahue's, um café com nove lugares no Soho. Os chefs Matt Danzer e Ann Redding prestam homenagem aos antigos clubes noturnos do Centro-Oeste dos EUA, e você pode escolher um prato principal, um molho e duas guarnições por US$ 20. Isso poderia se materializar na forma de um filé grelhado de truta-arco-íris com manteiga com especiarias ou de bochechas de porco empanadas com molho de pimenta e aspargos. Não é possível fazer reservas e o restaurante não aceita dinheiro em espécie.

A pechincha com estrela Michelin
Tsuta, Tóquio (9 lugares)
Quanto você pagaria por uma refeição premiada com uma estrela Michelin? No Tsuta, restaurante de Tóquio com nove lugares, você pode comer uma tigela de ramen de trigo sarraceno aclamado pela crítica por pouco mais do que você gastaria no Burger King. Se as longas filas não lhe desanimarem, você precisará tomar algumas decisões importantes: quente ou frio, soba ou tsuke soba, sal ou molho de soja para a base da sopa. E depois adicionar os complementos. Setenta bilhetes são vendidos na porta do restaurante todos os dias a partir das 8 horas da manhã.

O jantar elegante
Marianne, Londres (14 lugares)
O restaurante com o nome de Marianne Lumb, ex-participante do programa de TV Masterchef, tem um pequeno salão de jantar e uma cozinha aberta de onde Lumb serve pratos europeus com um toque moderno ? como canelones de codorna de Anjou com endívia. Dentro, no entanto, a atmosfera parece mais a de um jantar elegante com suas pessoas preferidas. Os preços são razoáveis para Notting Hill, e há um cardápio específico para vegetarianos.

O bar experimental
Minibar by José Andrés, Washington (12 lugares)
O chef José Andrés ajudou Washington a conquistar um lugar no mundo da gastronomia com uma série de restaurantes notáveis, como o Oyamel Cocina Mexicana e o Jaleo, com inclinação espanhola. Seu principal restaurante, no entanto, continua sendo o Minibar, com um balcão com 12 lugares, onde Andrés e sua equipe preparam pratos extremamente vanguardistas: quadrados dourados de croquetes de consommé de presunto, cobertos por tapioca, podem ser apresentados em uma escultura branca de uma mão. Não é fácil conseguir entrar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos