Bolsas

Câmbio

Confissões secretas dão dinheiro, diz app de mensagens Whisper

Lucas Shaw

(Bloomberg) -- Algumas horas após descobrir que um aplicativo rival seria desativado, Michael Heyward começou a explicar como sua startup de redes sociais, a Whisper, evitará um destino similar.

O aplicativo da Whisper permite que os usuários criem e postem mensagens breves, que aparecem diante de fotos e vídeos, sem compartilhar suas identidades. Outros interessados em tópicos similares reagem com suas próprias respostas e imagens sem identificação, criando uma história visual que pode viralizar em sites como Facebook.

Há alguns anos, as mensagens anônimas estavam atraindo apoiadores financeiros e centenas de milhões de usuários, em sua maioria jovens. Ultimamente, perdeu-se o interesse. As acusações de que alguns aplicativos davam cobertura a valentões cibernéticos e predadores sexuais provocou a fuga dos anunciantes e forçou algumas empresas a fecharem. Heyward, respaldado por US$ 70 milhões da Lightspeed Venture Partners e de outras empresas, afirma que a Whisper evita esses problemas eliminando as postagens inapropriadas.

Agora ele está desenhando um novo capítulo transformando o app Whisper em uma ferramenta de marketing -- promovendo o próximo sucesso da Netflix ou da MTV -- e também em fórum para assuntos controversos.

"Digamos que você trabalha na Apple ou na Vice e quer produzir um vídeo de três a cinco minutos", disse Heyward, 29, em entrevista, da sede da empresa em Los Angeles. "Armar tudo isso leva tempo. Queremos fazer isso em menos de cinco segundos e fazer melhor. É para essa direção que caminhamos."

A inteligência artificial é parte crucial dessa equação. Um software chamado Eliot filtra um turbilhão de mensagens para decidir quais vídeos e tópicos são tendência e cria histórias para anunciantes e empresas de mídia sedentos por material barato. A Whisper é capaz de montar uma apresentação de slides ou um vídeo com as postagens e as fotos dos usuários para disseminação no Facebook, no Twitter ou em qualquer outro website.

Segundo Jeremy Liew, sócio da Lightspeed, a Whisper está evoluindo para competir por anúncios com Vice Media, BuzzFeed e Vox Media. Apesar ter investido em um primeiro momento porque viu um aplicativo de rede social de rápido crescimento -- a Lightspeed também investiu na Snap --, Liew abraçou a causa.

"Os jornalistas estavam usando o app Whisper para armar pacotes de conteúdo e atrair uma audiência significativa", disse Liew. "Por que nós mesmos não fazemos isso? Estamos desenvolvendo formas muito mais interessantes de gerar histórias automaticamente em torno de assuntos e notícias."

Algumas empresas começaram a notar. A Netflix contratou a Whisper para criar uma campanha para "13 Reasons Why", uma série sobre o suicídio de uma jovem, enquanto a MTV pagou a Whisper para promover o Movie and TV Awards. A Tronc, empresa proprietária dos jornais Los Angeles Times e Chicago Tribune, começou a usar o widget da Whisper em algumas páginas.

A Whisper ainda não está livre dos problemas financeiros, mas descobriu uma fonte de receita que pode gerar dezenas de milhões de dólares em vendas neste ano.

"Não teremos US$ 100 milhões em receita neste ano, mas vamos gerar bastante", disse Heyward.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos