Brincos mais caros do mundo alcançam US$ 57 mi na Sotheby's

Corinne Gretler

  • Martial Trezzini/Keystone/AP

(Bloomberg) -- A Sotheby's estabeleceu o preço de leilão recorde para um par de brincos, vendendo um duo de joias de diamantes azul e rosa por US$ 57 milhões em Genebra.

Os brincos, conhecidos como "Apollo Blue" e "Artemis Pink", foram adquiridos pelo mesmo comprador, que quer permanecer anônimo, informou a Sotheby's quarta-feira (17). Nomeados em homenagem aos deuses gregos antigos, os brincos em forma de pera eram estimados em US$ 50 milhões a US$ 68 milhões juntos.

O comprador rebatizou o diamante azul de 14,54 quilates como "A Memória das Folhas do Outono" e o diamante rosa de 16 quilates como "O Sonho das Folhas do Outono". O preço recorde anterior para brincos havia sido estabelecido por um par de brincos de diamante branco em forma de pera chamado "Miroir de l'Amour" que a Christie's vendeu US$ por 17,7 milhões em novembro.

Os diamantes coloridos têm estabelecido recordes ultimamente. A Christie's vendeu o "Oppenheimer Blue" de 14,62 quilates por US$ 58 milhões no ano passado e a Sotheby's adjudicou o "Pink Star" de 59,6 quilates por US$ 71 milhões no mês passado, preço de leilão recorde para qualquer gema.

A Sotheby's arrecadou US$ 151 milhões no leilão de terça-feira, superando a estimativa total de US$ 100 milhões. Dois terços dos lotes vendidos superaram sua estimativa alta, incluindo um diamante Piaget rosa púrpura vendido por US$ 13 milhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos