Bolsas

Câmbio

Actis vai adquirir parques eólicos da Gestamp no Brasil, dizem fontes

Vanessa Dezem

(Bloomberg) -- A Actis assinou acordo para adquirir todos os parques eólicos da Gestamp Renewable Energy no Brasil, uma iniciativa que tornará a empresa britânica de private equity a segunda maior companhia de energia renovável do País, segundo pessoas com conhecimento direto do assunto.

A empresa com sede em Londres acertou a compra de 416 megawatts em parques eólicos, segundo as pessoas, que pediram anonimato porque o assunto não é público. A maior parte dos ativos, mais de 300 megawatts, está em operação. Os demais, em construção. Se confirmado, o acordo pode envolver R$ 2,5 bilhões (US$ 761,5 milhões), segundo estimativas da Bloomberg New Energy Finance.

A aquisição seria a segunda da Actis no País em menos de um mês. A empresa adquiriu dois complexos eólicos que totalizam 346 megawatts da desenvolvedora brasileira Casa dos Ventos Energias Renováveis em 16 de maio. As condições do acordo não foram divulgadas, mas pessoas a par do assunto disseram que o valor foi de R$ 2,5 bilhões. Em março, a companhia finalizou a arrecadação de recursos para o fundo Actis Energy 4 e deixou de aceitar investidores após captar US$ 2,75 bilhões para investir em geração de eletricidade e distribuição de energia em mercados emergentes.

A Actis não quis comentar a informação, e o diretor de comunicação da Gestamp, Juan Llovet, não respondeu até o momento aos pedidos de comentário por mensagem de texto e telefone.

Os mercados brasileiros ficaram agitados na semana passada depois que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse que o presidente Michel Temer ajudou a obstruir as investigações da Lava Jato.

"Há oportunidades no Brasil, apesar de toda esta instabilidade política", disse Helena Chung, analista da Bloomberg New Energy Finance em São Paulo. "Os ativos estão baratos e algumas empresas estão apostando no crescimento do país no longo prazo."

A Actis teria ao todo 1.625 megawatts de capacidade de energia renovável no Brasil depois da aquisição da Gestamp, o que a tornaria a segunda maior no País, atrás apenas da CPFL Energia, com 2.054 megawatts de capacidade operacional. A empresa britânica criou uma unidade chamada Echoenergia para controlar seus ativos eólicos recém-adquiridos e também tem a Atlantic Energias Renováveis, com 652 megawatts de ativos contratados, e uma unidade solar que controla os 211 megawatts de parques solares adquiridos da SunEdison em março.

A Gestamp, com sede em Madri, também opera ativos eólicos na Europa, no México, na Turquia, nos EUA e na África do Sul, de acordo com o site da empresa.

A família Riberas, dona da Gestamp, está saindo do negócio de energia eólica e contratou o Bank of America para ajudar a vender seus negócios de energia eólica em blocos a fim de maximizar o valor, informou o jornal espanhol Expansión no mês passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos