Bolsas

Câmbio

Análise: Futuro da obsessão com sapatos é masculino

Virginia Postrel

(Bloomberg) -- O estereotipo de "Sex and the City" ? a fanática por sapatos e apaixonada pelos saltos altos ? já passou de moda. Hoje, o colecionador de sapatos provavelmente está comprando tênis, e é muito possível que ele seja um homem. Os calçados continuam com muito glamour, como sempre, mas não do tipo que Christian Louboutin reconheceria.

Se a tendência atual durar, as vendas de sapatos masculinos superarão em breve as vendas de sapatos femininos nos EUA. Com US$ 26,2 bilhões em 2016, em contraste com US$ 29,9 bilhões para os calçados de mulher, "os sapatos masculinos nunca estiveram tão perto dos femininos em magnitude", disse Beth Goldstein, analista de calçados e assessórios de moda da NPD Group. As vendas para mulheres estão diminuindo, enquanto as vendas para homens continuam aumentando, tanto em receita quanto em número de pares vendidos.

Por trás dos números há uma mudança cultural. À medida que a vestimenta se torna mais informal, os comportamentos convergem: mulheres compram estilos mais versáteis e homens ampliam sua coleção de sapatos.

Tradicionalmente, os homens gastavam mais em qualquer sapato. "Se você comprar um par de botas de couro ou de sapatos brogue, você poderá usá-lo todos os dias, o dia inteiro, o ano todo", diz Andrew Luecke, que escreve sobre moda masculina e é um dos autores do novo livro "Cool: Style, Sound, and Subversion", em Nova York. "Não dá para usar tanto um par de stilettos Louboutin."

Mas isso está mudando. Em vez de optar por sandálias na primavera e por botas no outono, as mulheres estão comprando sapatos que podem ser usados o ano inteiro, como ankle boots e tênis. Seus padrões de consumo ficaram mais parecidos com os padrões dos homens. Isso é uma má notícia para as lojas do varejo que contam com linhas sazonais para dar impulso às vendas.

Ao mesmo tempo, o surgimento dos tênis como um calçado apto para qualquer ocasião está estimulando os homens a aumentar seu guarda-roupa, embora tenha reduzido as vendas a mulheres. "Os homens têm tendência a colecionar coisas", observa Luecke. "Antigamente, eram as cartas de beisebol. Hoje em dia, são os tênis. Se você estiver colecionando, nunca terá uma quantidade suficiente de pares de tênis." E, se você não gostar de tênis, pode comprar sapatos que combinem com seu passatempo preferido ? acampar, pescar, escalar pedras, caminhar na neve, o que for. Não será por causa de uma modinha frívola, eles são equipamentos sérios!

Para as mulheres, no entanto, calçados menos formais são sinônimo de menos compras. Se você for comprar um tênis, não é necessário adquirir vários pares distintos para encontrar um que seja confortável depois de uma breve caminhada pelo tapete do departamento de sapatos (até mesmo as lojas com políticas de devolução generosas olham feio para solas desgastadas). Em vez de armários entupidos de peças pouco usadas, as mulheres podem montar coleções de sapatos que elas de fato usam.

Teoricamente, as mulheres poderiam se abastecer de estilos diferentes de tênis. Mas as fabricantes de calçados não facilitam essa tarefa. "Por que o leque de cores para as mulheres deveria se limitar a rosas, violetas e tons pastéis?", lamentava Anna Bediones, apaixonada por tênis, em um artigo de 2013. Eu me pergunto a mesma coisa sempre que passo por uma loja de tênis: por que os modelos que eu gosto só estão na seção masculina? Por que as mulheres não podem comprar tênis bonitos? É uma inversão de papéis.

Embora as ofertas femininas tenham melhorado um pouco nos últimos anos, as fanáticas por tênis com pés pequenos, como Bediones, continuam recorrendo à seção infantil para conseguir os modelos que desejam. Mulheres com pés maiores compram tênis masculinos, então pelo menos parte do crescimento nos "calçados masculinos", na verdade, são vendas a mulheres.

Nós, consumidoras menos categorizadas, simplesmente guardamos nosso dinheiro. Afinal, ninguém de fato precisa de dezenas de pares de sapato. Compramos porque eles mexem com nossa imaginação ? porque são bonitos, inovadores, confortáveis ou por suas associações. Os sapatos prometem nos transformar. É essa promessa que os torna glamorosos ? sejam eles um par de Manolo Blahniks ou de Air Jordans.

"Eles são arquitetônicos", observa Luecke, que usou um par de botas de couro na festa de lançamento de seu livro. "Há algo realmente poderoso e especial nisso. Além do mais, eles são a única peça de seu visual que você de fato percebe o dia inteiro: estou usando sapatos descolados. Eu me sinto descolado. É transformador."

Esse sentimento levou muita gente a comprar stilettos lindos e nada práticos. Para reconquistar as consumidoras, as lojas precisam de mercadorias que ofereçam essa mesma sensação em modelos menos formais. Como os homens já sabem, os sapatos não precisam machucar para serem glamorosos. Eles só precisam fazer com que você se sinta especial.

Esta coluna não reflete necessariamente a opinião do conselho editorial nem da Bloomberg LP e de seus proprietários.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos