Bolsas

Câmbio

Bilionário russo usa tecnologia contra queda de margens no trigo

Anatoly Medetsky

(Bloomberg) -- Enquanto os produtores russos de trigo se preparam para uma queda nas margens de lucro, a empresa agrícola do bilionário Oleg Deripaska está utilizando tecnologia e pressionando os fornecedores para manter os gastos controlados.

A operação no sul da Rússia, que vendeu a maior parte de seu trigo para exportação nesta temporada, está fazendo testes no solo para aplicar o volume exato de fertilizante necessário para as diferentes áreas de seus campos, segundo Andrey Oleynik, diretor administrativo de agronegócios da Basic Element, a companhia controladora de Deripaska. Além disso, a empresa está negociando com mais dureza para baixar os preços dos fornecedores.

O país perderá o título de principal exportador de trigo neste ano para os EUA, já que o rublo forte reduz o atrativo do grão russo no exterior. As ações estão batendo recordes, ao passo que as exportações ficaram aquém das expectativas. A média de preços para compra na fazenda da variedade mais popular do trigo caiu um quinto desde o começo da temporada, para 8.250 rublos (US$ 145) por tonelada métrica em 2 de junho, segundo a consultoria SovEcon.

"Temos que trabalhar com muito vigor e energia nos custos", disse Oleynik em entrevista. "O resultado será definitivamente mais baixo quanto à margem de lucro" na próxima temporada de comercialização, apesar daquelas iniciativas, devido à debilidade dos preços do trigo.

Os preços dos pesticidas e outros insumos subiram, mas a Kuban AgroHolding de Deripaska plantou a mesma superfície de trigo, disse ele. A margem para alguns agricultores de trigo chegou a atingir entre 30 por cento e 40 por cento nesta temporada, disse Oleynik.

A Kuban antecipa rendimentos iguais aos do ano passado, quando a Rússia colheu sua maior safra, e que a qualidade não piore. Os agrônomos da empresa estão estudando o efeito de recentes chuvas excessivas e os resultados estarão prontos após meados de junho, disse Oleynik.

As vendas da empresa a outros países de forma direta e mediante traders foram de cerca de 150.000 toneladas nesta temporada sobre uma safra de 190.000 toneladas. As vendas aumentaram de 100.000 toneladas. O total de exportações da Rússia poderia alcançar 27,6 milhões de toneladas nesta temporada, segundo a SovEcon.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos