Bolsas

Câmbio

Jessica Alba e Gwyneth Paltrow lideram aposta da Apple em vídeos

Lucas Shaw

(Bloomberg) -- Um dia depois de anunciar atualizações para seus computadores, relógios e telefones, a Apple colocou alguns milhares de desenvolvedores de software em um teatro para que vissem com antecipação a próxima grande jogada da empresa: um programa de TV on-line com Jessica Alba e Gwyneth Paltrow.

Na terça-feira, a Apple lança sua primeira série original, "Planet of the Apps", estrelada pelas duas bem-sucedidas mulheres de negócios de Hollywood, pelo rapper Will.i.am e pelo empreendedor Gary Vaynerchuk. Os inventores potenciais que se associarão aos quatro projetarão e exibirão aplicativos que ajudam as pessoas a fazerem compras, a se exercitarem ou a cuidarem dos amigos em uma série muito parecida com "The Voice" ou "Top Chef".

Com US$ 250 bilhões disponíveis em dinheiro e títulos, a gigante da tecnologia com sede em Cupertino, Califórnia, poderia ter atacado potências on-line como Netflix ou Amazon. Em vez disso, a companhia está começando por baixo e mantendo-se perto do que faz bem, desafiando o Spotify e o YouTube, do Google, com uma série de novos vídeos sobre música e tecnologia.

"Este show ecoará e refletirá uma transformação cultural em nossa sociedade liderada por empresas de tecnologia como a Apple", afirmou Ben Silverman, produtor executivo de "Planet of the Apps".

Com os novos vídeos, a Apple busca fazer os fãs assistirem em seus iPhones, responsáveis por quase dois terços das receitas da empresa. O "Planet of the Apps" será disponibilizado apenas na Apple Music, o serviço de streaming de música criado há dois anos que atualmente conta com 27 milhões de assinantes. Para se destacar em relação aos concorrentes, a Apple desenvolveu programas como um spinoff do popular programa noturno "Carpool Karaoke" e um documentário sobre o magnata das gravadoras Clive Davis. Além disso, está adicionando uma nova guia de TV e Filmes.

Produtor de 'The Office'

Silverman, veterano de Hollywood que produziu a versão norte-americana da série de sucesso "The Office", um dos primeiros programas disponíveis para venda na loja iTunes, vem estimulando a Apple a apostar nos vídeos há anos. A crescente importância do streaming de vídeos por meio de reprodutores de mídia, telefones e tablets levou os analistas a especularem que a empresa poderia vir a comprar um estúdio de filmes ou de TV.

Eddy Cue, vice-presidente sênior da Apple e a conexão da empresa com Hollywood, minimiza essas ambições. Em visitas frequentes a Los Angeles, ele pressiona os estúdios a disponibilizarem filmes para cinema no iTunes mais cedo. Ele também está trabalhando com um novo aplicativo de TV para o Apple TV, o popular reprodutor de mídia que os consumidores usam para assistir Netflix e outros serviços de transmissão.

"Os aplicativos realmente mudaram o mundo", disse ele. "Quando você avalia os aplicativos, você vê que eles são um fenômeno cultural em todos os lugares", disse Cue.

O envolvimento da Apple foi um atrativo para Paltrow e Alba. O programa deu a elas a chance de exibirem seu tino para os negócios -- Paltrow é cofundadora da Goop, uma marca de mídia e estilo de vida, e Alba criou a Honest Co. Will.i.am, integrante do grupo de rap Black Eyed Peas, foi um dos primeiros investidores da Beats Electronics, empresa adquirida pela Apple por US$ 3 bilhões. Vaynerchuk é cofundador da VaynerMedia, que aconselha empresas sobre práticas e marketing para as redes sociais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos