Novo teclado de US$ 300 imitará som de qualquer instrumento

Jeremy Kahn

(Bloomberg) -- Uma startup britânica está tentando conquistar seu compositor interior com um estranho pequeno teclado negro de 12 teclas de silicone que permite que os usuários imitem os sons e os estilos de reprodução de praticamente qualquer outro instrumento.

O Seaboard Block, lançado nesta quinta-feira, é o último instrumento musical digital da ROLI, uma empresa com sede em Londres cujos teclados se transformaram em acessório básico para muitos músicos e produtores profissionais, incluindo o rapper Rza, a musicista de ritmos eletrônicos Grimes e o compositor de música para cinema A.R. Rahman.

A ROLI, cujos produtos anteriores têm sido vendidos nas lojas da Apple, levantou US$ 43,5 milhões em capital de risco de uma série de firmas, incluindo a Balderton Capital e a BGF Ventures, de Londres, a Horizons Ventures, de Hong Kong, e a Foundry Group, com sede em Boulder, Colorado, nos EUA.

Assim como ocorre com outros instrumentos da marca Seaboard que a ROLI fabrica, as teclas de silicone do Seaboard Block permitem que o músico flexione a altura do som, module o tom e produza efeitos como vibrato, sons que não podem ser facilmente replicados com sintetizadores musicais tradicionais.

Mas ao preço de US$ 300, o Seaboard Block representa um mergulho maior no mercado de consumo de massa para a ROLI, cujos primeiros produtos eram voltados para músicos profissionais. O Seaboard Rise, com 25 teclas, sai por US$ 700; e o Seaboard Grand, com 88 teclas, custa US$ 8.900.

"Queríamos chegar a uma faixa de preço mais baixa", disse Roland Lamb, fundador e CEO da ROLI, em entrevista nos escritórios da empresa em Londres, no mês passado. "Por isso reduzimos o Seaboard à sua essência."

Assim como nas versões maiores do Seaboard vendidas pela ROLI, as teclas de silicone em forma de montanha do Seaboard Block permitem tocar música de forma mais expressiva do que em um teclado padrão. "Queremos criar instrumentos profundamente emotivos e fáceis de tocar", disse Lamb.

"A criação de música hoje parece, é sentida e soa muito similar ao que Bob Moog fazia, com motores de som e controladores", disse Lamb em conferência sobre tecnologia em Estocolmo, na quinta-feira, em referência ao famoso pioneiro da música eletrônica que construiu o primeiro teclado sintetizador em meados da década de 1960. Ele disse que o Seaboards da ROLI representava um passo importante na evolução da criação de músicas eletrônicas.

No fim do ano passado, a companhia começou a buscar ser uma empresa de hardware para o mercado de massa quando lançou o Lightpad Block, de US$ 180. Um aparelho fino e quadrado com um conjunto colorido de pontos de luzes de LED na parte de cima, o Lightpad Block produz uma série de sons e efeitos de mixagem por meio de um software para computadores e de um aplicativo para dispositivos móveis. Com os pontos de LED é mais fácil visualizar como se está fazendo música ou aprender como tocar uma canção em particular "seguindo os pontos", disse Lamb.

Foi positivo para ROLI que a Apple tenha concordado em vender o Lightpad Block em suas lojas. Lamb diz que as vendas dos aparelhos Lightpad e de outros módulos Block que criam efeitos especiais, como loops, têm sido "boas" -- mas preferiu não informar números específicos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos