Bolsas

Câmbio

Mar azul e vida noturna de Bangcoc lotam aeroportos tailandeses

Sunil Jagtiani

(Bloomberg) -- As atrações turísticas da Tailândia impõem um grande desafio para o presidente da companhia estatal Aeroportos da Tailândia: aumentar a capacidade de passageiros em Bangcoc em aproximadamente o tamanho da população da Coréia do Sul.

A empresa planeja receber 90 milhões de passageiros por ano no principal aeroporto cidade, Suvarnabhumi, até 2022 e 40 milhões no aeroporto internacional Don Mueang, centro de baixo custo de Bangcoc, em contraste com a atual capacidade combinada de 75 milhões, disse o presidente da estatal, Nitinai Sirismatthakarn. A empresa opera quatro outros aeroportos, inclusive no point turístico Phuket.

"Estamos prestes a investir em 10 anos cerca de US$ 6 bilhões em nossos seis aeroportos", disse Nitinai em uma entrevista realizada em 22 de junho em Bangcoc. O plano para Suvarnabhumi inclui a adição de um saguão ao complexo terminal existente até 2020, uma terceira pista no ano seguinte e um novo terminal internacional em 2022, disse
ele.

O crescimento do turismo é positivo para a economia da Tailândia e pressiona uma das maiores operadoras de aeroportos da Ásia a garantir que a infraestrutura acompanhe o ritmo. O lucro operacional da empresa poderia ser 50 por cento superior em 2020, à medida que novas instalações comerciais e de aeronaves sejam implantadas, de acordo com a Bloomberg Intelligence.

As ações da Aeroportos da Tailândia subiram 18 por cento neste ano, ultrapassando o avanço de 3 por cento do índice de referência SET. Elas estão sendo negociadas a 28,7 vezes os resultados estimados em 12 meses, em comparação com uma média de cinco anos de 22,5 vezes.

A empresa deve se beneficiar da posição da Tailândia como um dos principais destinos de viagens do mundo, mas vai demorar um pouco para que a infraestrutura expandida esteja em operação para aproveitar completamente essas oportunidades, disse Amnart Ngosawang, analista da KTB Securities (Thailand) em Bangcoc. "O preço atual da ação oferece uma vantagem muito limitada para os investidores", disse Amnart. "Os fundamentos estão fortes, mas a avaliação está bastante cara agora."

O objetivo de 90 milhões de passageiros em Suvarnabhumi em cinco anos dobraria a capacidade atual, disse Nitinai. O aeroporto de Changi, em Cingapura, tem capacidade para cerca de 60 milhões por ano, e o Aeroporto Internacional de Pequim pode acomodar mais de 90 milhões. Tanto a cidade-estado quanto a capital da China também estão ampliando seus aeroportos.

O saguão adicional em Suvarnabhumi ? também chamado de terminal satélite ? levaria a capacidade para 60 milhões e "simplesmente alcançaria a demanda atual", porque o aeroporto está lidando com mais pessoas do que o projetado, disse Nitinai. O novo terminal internacional planejado vai adicionar outros 30 milhões. Dobrar a capacidade do aeroporto deve bastar, disse Nitinai.

O governo militar da Tailândia está tentando acelerar projetos de infraestrutura para fortalecer a segunda maior economia do sudeste asiático. A expansão do aeroporto é especialmente importante, porque o turismo responde por 18 por cento do produto interno bruto, e os visitantes estrangeiros são responsáveis pela maior parte da renda.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos