Bolsas

Câmbio

Países nórdicos pagam mais por cosméticos, segundo índice

Michelle Jamrisko

(Bloomberg) -- Uma cirurgia de nariz por menos de US$ 1.000 e um serviço de manicure e pedicure de US$ 7 ajudam o Vietnã a figurar como o destino internacional mais acessível para produtos e serviços de beleza.

O país da Ásia Meridional reina absoluto no Beauty Price Index, que foi compilado pela plataforma de comércio eletrônico latino-americana Linio e classifica 50 países pelo custo médio de varejo (incluindo impostos, mas não o envio de produtos comprados pela internet) de 16 serviços, procedimentos e produtos cosméticos diferentes na indústria da beleza. Os preços foram convertidos para dólares americanos usando as taxas de câmbio de maio de 2017.

Índia, África do Sul, Tailândia e Egito completam as cinco primeiras posições entre os mercados mais baratos. O melhor negócio para depilação de sobrancelha com cera é feito no Egito (US$ 1,93) e a África do Sul oferece os cremes antienvelhecimento mais acessíveis (US$ 22,81).

O Vietnã ganhou o posto de lugar mais acessível do índice mesmo após o aumento dos preços do varejo em 2016. Os consumidores das áreas rurais têm conseguido recursos para gastar em produtos de marca, já que os consumidores geralmente optam por itens mais naturais e orgânicos, segundo relatório de maio divulgado pela Euromonitor International, uma empresa de pesquisa e estratégia de consumo.

O status de mercado de fronteira do país explica suas perspectivas de crescimento, mas os preços dos cuidados de beleza podem continuar modestos devido ao aumento das importações de vizinhos regionais por meio de laços comerciais mais fortes, mesmo em meio ao enfraquecimento do Acordo Transpacífico.

A Venezuela, onde a agitação política aumentou os preços em toda a economia, aparece como o lugar mais caro do índice, ao lado da Suíça, Noruega, Dinamarca e Finlândia. O procedimento de aumento de mama mais caro é o da Suíça, onde se cobra em média US$ 10.434.

As mulheres precisam estar preparadas para gastar pouco menos de US$ 100 para um corte de cabelo na Noruega, onde os homens pagam em média US$ 37,50 pelo terceiro corte mais caro entre os 50 países.

Os países europeus têm uma história mais feliz. Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suíça também ocupam quatro das cinco primeiras posições do Relatório Mundial da Felicidade deste ano, um ranking de 155 países baseado na medição de especialistas independentes contratados pela Organização das Nações Unidas. Contudo, a inflação nesses países de forma geral é pequena e produtos e serviços de beleza continuam sendo território de grandes gastadores, pelo menos em relação a seus pares globais.

Dentro de cada categoria, a Linio tentou fazer um cálculo abrangente dos valores em cada país; os preços dos procedimentos cosméticos, por exemplo, foram definidos com base em pelo menos três clínicas de cada grande cidade de cada país estudado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos