Bolsas

Câmbio

EUA preveem avanço em semanas para arroz e frango na China

Bloomberg News

(Bloomberg) -- O arroz e o frango dos EUA podem ser as próximas commodities aprovadas para importação pela China, com avanço esperado para as próximas semanas, situação que coincide com o agendamento do primeiro carregamento de carne bovina em mais de uma década pelos dois países.

"Estamos muito próximos de um protocolo por meio do qual o arroz poderá voltar a entrar", disse o secretário de Agricultura dos EUA, Sonny Perdue, em entrevista, em Xangai, no sábado. Os frangos também estão em discussão e os EUA receberão uma equipe da China neste mês para exibir seus controles de qualidade e segurança, disse ele.

A maior economia da Ásia retomou as importações de carne bovina dos EUA, cancelando uma proibição que vigorava desde 2003 desencadeada por um caso de vaca louca no estado de Washington. Este é um dos vários acordos que surgiram de um plano de ação de 100 dias anunciado em reunião em abril entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e seu colega chinês, Xi Jinping. O país asiático havia proibido a importação de frango dos EUA devido à gripe aviária e é o maior importador de arroz do mundo.

"Embora eles não estejam exatamente prontos para certificá-los neste momento, achamos que os acordos para o arroz e as aves estão muito próximos", disse Perdue. "Espero que se concretizem em semanas. Essa é minha expectativa: semanas. Certamente não serão anos e espero que não sejam meses."

Versão em português: Fernando Travaglini em São Paulo, ftravaglini@bloomberg.net.

To contact Bloomberg News staff for this story: Rachel Chang em Shanghai, wchang98@bloomberg.net.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos