Bolsas

Câmbio

Último supercarro da Jaguar é o mais rápido da marca

Timothy Coulter

(Bloomberg) -- Dentro da Jaguar, o último supercarro da marca é chamado de "ideia maluca".

Mas o conceito é simples e tão antigo quanto as próprias corridas: pegue a carroceria mais leve possível e combine-a com o V8 mais poderoso disponível. O que você obtém com isso é o Project 8, o produto mais recente da unidade Special Vehicle Operations da empresa, criada há três anos.

O carro laranja baseado na carroceria do XE estreou nas pistas neste fim de semana no Festival da Velocidade de Goodwood, nos arredores de Londres, subindo uma colina de 1,86 quilômetro ao lado de modelos das marcas Lamborghini, McLaren, Porsche, Koenigsegg e outros que estão entre os veículos de produção mais rápidos existentes. A Jaguar afirma que o sedã de 592 cavalos de potência pode atingir 320 km/h e vai de 0 a 100 km/h em 3,3 segundos.

"Não há nada de frívolo neste carro", disse Mark Stanton, diretor da Special Vehicle Operations na Jaguar Land Rover. "É um carro para ser conduzido, e conduzido rapidamente, na pista."

O Project 8 será construído à mão em Warwickshire, na Inglaterra, já que a maioria dos painéis são únicos neste carro, o que contrasta com o sedã padrão. A parte dianteira, por exemplo, foi alongada para abrir espaço para o motor V8 supercharged de 5 litros. Os arcos das rodas foram aumentados para acomodar os pneus de corrida traseiros de 305 milímetros e melhorar a aerodinâmica.

A fibra de carbono está por todos os lados, do para-choque dianteiro e do respiradouro no capô até o aerofólio traseiro projetado para fornecer força descendente e melhorar a dirigibilidade. O acabamento de fibra de carbono em torno da borda inferior também ajuda a controlar o fluxo de ar.

Por dentro parece mesmo um Jaguar. Os bancos de corrida dianteiros de fibra de carbono são cobertos por couro preto. Há uma porta USB, dois porta-copos e GPS com tela sensível ao toque ao lado de um ponto de acesso Wi-Fi por 4G. Na versão de corrida, o assento do banco traseiro foi removido para abrir espaço para um santantônio, versão que não será disponibilizada nos EUA e no Canadá. Todos os carros têm volante à esquerda. A versão britânica é vendida a 149.995 libras (US$ 198.000) e paga-se 7.000 libras adicionais pelo pacote de corrida.

A Jaguar produzirá 300 unidades em todo o mundo, contra 250 F-types que foram convertidos em seu último projeto especial. As entregas começam no próximo verão do Hemisfério Norte. O protótipo que correu neste fim de semana foi concluído há apenas alguns dias. As cores de fábrica são vermelho, preto e branco, com cinco metálicos opcionais, incluindo o laranja que foi exibido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos