Bolsas

Câmbio

Corrige: Naspers ressalta força do e-commerce para a empresa

Loni Prinsloo

(Bloomberg) -- O CEO da Naspers, Bob Van Dijk, afirmou que os cinco anos de investimentos pesados em comércio eletrônico estão dando frutos, o que deve provar aos investidores que os ativos valem mais do que eles pensam.

Van Dijk está tentando mostrar para os acionistas que a maior empresa da África em valor de mercado tem mais a oferecer do que o simples fato de ter investido no momento certo na gigante chinesa da internet Tencent Holdings. A Naspers, com sede na Cidade do Cabo, aproveitou a ligação com a criadora do WeChat para conseguir o melhor desempenho deste ano do FTSE/JSE Africa Top 40 Index, de Johannesburgo, com uma alta de 50 por cento.

O problema é que o mercado avalia a participação de 33 por cento na empresa com sede em Shenzhen em quase US$ 32 bilhões a mais do que a Naspers como um todo. As saídas de capital sul-africano desde o fim de 2015 contribuíram para o aumento da disparidade, segundo Van Dijk.

Ele disse que a diferença de valor começará a diminuir porque a divisão de classificados da Naspers, que inclui a russa Avito, se tornará rentável no ano fiscal atual. A unidade de serviços da empresa de pagamentos PayU está perto do equilíbrio financeiro e a plataforma de comércio eletrônico da Romênia eMAG começa a se beneficiar com a ampla base de clientes. As empresas fazem parte da unidade de comércio eletrônico da Naspers, que registrou prejuízo de US$ 682 milhões no período de 12 meses que terminou em março, excluindo juros, impostos, depreciação e amortização.

"Estamos entusiasmados pelo fato de um negócio como a eMAG estar se tornando rentável", disse Van Dijk, em entrevista, na sexta-feira. "Isso estimulará o reconhecimento do valor de nossos outros ativos."

A Naspers revirou o mundo durante anos em busca de outra empresa de tecnologia em estágio inicial capaz de algum dia repetir o sucesso da Tencent, na qual investiu US$ 32 milhões há 16 anos. Desde então, a empresa colocou dinheiro em um amplo leque de ativos que inclui a russa Mail.Ru Group e a agência de viagens indiana MakeMyTrip. A companhia vendeu o website de leilões on-line polonês Allegro por US$ 3,25 bilhões no ano passado.

A prioridade principal e imediata de Van Dijk será expandir as empresas da Naspers para atingir públicos maiores e usar tecnologia para melhorar a experiência dos clientes. "Temos uma grande equipe que analisa o uso de inteligência artificial em nossas plataformas classificadas para eliminar anúncios spam, por exemplo", disse Van Dijk.

Na manhã de sexta-feira, na assembleia anual da empresa na Cidade do Cabo, o presidente do conselho, Koos Bekker, rebateu as críticas de que a Naspers depende muito de sua participação na Tencent, de US$ 132 bilhões. Ele lembrou aos investidores que eles estariam muito mais pobres se ele tivesse cedido a uma pressão semelhante e vendido o ativo anos atrás. As ações se multiplicaram por mais de seis vezes nos últimos cinco anos, fechando na sexta-feira a 328,40 dólares de Hong Kong, porque os serviços da Tencent passaram a fazer parte do cotidiano dos chineses.

(Corrige país onde eMag está baseada no 4º parágrafo.)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos