Bolsas

Câmbio

Deutsche Bank finalmente abandona BlackBerry e adota iPhone

Steven Arons e Gerrit De Vynck

(Bloomberg) -- O Deutsche Bank está aceitando o inevitável e substituindo os aparelhos BlackBerry concedidos a seus funcionários por telefones iPhone, da Apple.

Um porta-voz do Deutsche Bank confirmou que o banco está eliminando gradualmente o uso dos aparelhos, mas não quis fazer comentários adicionais. Os funcionários cada vez mais abriam mão dos telefones BlackBerry para usar aparelhos comprados por conta própria por meio de uma política de incentivo ao uso de aparelhos próprios, segundo duas pessoas informadas sobre o assunto. Alguns clientes haviam zombado do banco por ainda usar celulares BlackBerry, disse outra pessoa.

O Deutsche Bank prolongou o uso de aparelhos BlackBerry mais que muitos concorrentes, mas o próprio CEO do banco, John Cryan, conduz boa parte de seus negócios com um iPad. Os aparelhos BlackBerry antes eram onipresentes nos bancos, mas sua popularidade começou a cair quando a Apple iniciou a venda de seu primeiro iPhone, em 2007.

A BlackBerry encerrou a produção de smartphones no ano passado depois que as vendas despencaram. A empresa vendeu a licença de fabricação de telefones da marca BlackBerry a uma empresa chinesa, a TCL.

A empresa com sede em Waterloo, no Canadá, atualmente se concentra na venda de software. Segundo ela, seu produto é particularmente bom para ajudar as empresas a restringir o controle sobre telefones corporativos e cumprir requisitos de compliance rigorosos.

"A decisão do Deutsche Bank de usar outros aparelhos era esperada e não muda nosso relacionamento", disse a porta-voz da BlackBerry, Sarah McKinney, por e-mail. Os novos modelos do iPhone usam o software de gerenciamento de dispositivos da BlackBerry, disse ela.

O forte impulso do Deutsche Bank para renovar o setor de TI e ampliar sua capacidade de compliance, chefiado pela diretora de operações, Kim Hammonds, e pela diretora de regulação, Sylvie Matherat, promoveu a desativação de vários recursos de mensagens dos telefones corporativos, como SMS e WhatsApp.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos