Colapso de moedas digitais causará corrida pelo ouro, diz Mobius

Kana Nishizawa

(Bloomberg) -- Mark Mobius está percebendo perigo no crescimento explosivo das moedas criptografadas.

Os governos começarão a reprimir as moedas digitais devido ao fato de elas serem usadas em financiamentos ilícitos, com uma expansão ajudada por grupos terroristas e traficantes de drogas, disse Mobius, presidente-executivo do conselho de administração da Templeton Emerging Markets Group, em entrevista em Hong Kong, na segunda-feira.

"As moedas criptografadas estão começando a ficar fora de controle e vão atrair a atenção dos governos em todo o mundo", disse Mobius. "Haverá uma reversão de volta ao ouro porque as pessoas vão se perguntar se realmente podem confiar nessas moedas."

E a repressão pode já ter começado -- pelo menos na China, que abriga a maioria dos mineradores de bitcoins.

O Banco Popular da China afirmou nesta segunda-feira que as ofertas iniciais de moedas são ilegais e que todas as atividades de captação de recursos relacionadas devem ser interrompidas imediatamente. O banco central informou que concluiu as investigações a organizações e indivíduos que realizaram as chamadas ICOs e que decidiu que essas atividades prejudicam a ordem financeira e serão proibidas.

Nos EUA, bancos e órgãos reguladores estão estudando a tecnologia do livro-razão distribuído. Membros do Federal Reserve fizeram alguns discursos formais sobre o assunto nos últimos 12 meses, mas expressaram reservas em relação às moedas digitais em si.

Queda do bitcoin

Mobius não é o único a demonstrar preocupação. O Bank of America Merrill Lynch mostrou cautela em relação ao bitcoin em julho, afirmando que havia muitos obstáculos, como riscos de roubo e de ações de hackers, que tornam improvável que a moeda ganhe o status de garantia penhorável.

O bitcoin caiu mais de 10 por cento nesta segunda-feira após as notícias a respeito das restrições impostas pelo banco central chinês. Apesar de ainda acumular alta de mais de 360 por cento neste ano e estar a uma distância impressionante de seu recorde, a moeda criptografada também mostra propensão a fortes oscilações. O bitcoin superou o preço de uma onça de ouro pela primeira vez em março.

Os investidores injetaram centenas de milhões de dólares no mercado de moedas digitais apenas neste ano e o valor em dólares das 20 principais moedas criptografadas é de em torno de US$ 150 bilhões, segundo dados da Coinmarketcap.com.

"As pessoas precisam de um meio de troca e precisam confiar nele", disse Mobius, que foi entrevistado antes do anúncio da China. "No momento a confiança é boa -- usando bitcoin as pessoas estão comprando e vendendo e acham que se trata de um mercado razoável --, mas chegará um dia em que a repressão do governo virá e começaremos a ver a moeda cair."

--Com a colaboração de Shery Ahn e Angie Lau

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos