Bolsas

Câmbio

Pilgrim's Pride buscará novos acordos após aquisição da Moy Park

Simon Casey

(Bloomberg) -- A Pilgrim's Pride, que fechou a compra da empresa avícola britânica Moy Park na semana passada por cerca de US$ 1,3 bilhão, continuará buscando outras aquisições em meio a uma tentativa de expansão geográfica.

"Agora que temos uma cabeça de praia na Europa certamente faz sentido fazer algo", disse o CEO Bill Lovette em entrevista, em Nova York, na quarta-feira. "Achamos que o frango é uma ótima opção, talvez dentro do ramo de proteínas a melhor opção na Europa."

Até o momento, a Pilgrim's, segunda maior produtora de frango dos EUA, estava confinada ao seu mercado doméstico e ao México. A empresa busca preencher "lacunas" em seu alcance físico e em relação às marcas que oferece, disse Lovette. A Moy Park oferece a ela uma entrada na Europa, mercado que os fornecedores de frango dos EUA atualmente não conseguem atender.

A Pilgrim's, que tem sede em Greeley, Colorado, EUA, ainda tem dinheiro para empregar, acrescentou o CEO. A indústria de frangos dos EUA desfruta de uma demanda forte e de preços robustos. A Pilgrim's divulgou um lucro trimestral maior do que o esperado no mês passado e as ações da empresa subiram 53 por cento neste ano.

Maior aquisição

A Moy Park é a maior aquisição da Pilgrim's até o momento e se concretiza três anos após a oferta malsucedida da empresa norte-americana pela Hillshire Brands, que acabou sendo adquirida pela Tyson Foods. Depois de perder a disputa, a Pilgrim's acabou comprando a operação avícola da Tyson no México em 2015. Lovette disse que a Pilgrim's sabia que a Moy Park estava sendo vendida por seus proprietários na época, mas que estava ocupada com a transação mexicana.

A JBS -- acionista controladora da Pilgrim's -- decidiu comprar a Moy Park em 2015 por US$ 1,51 bilhão, valor que inclui dívidas. Mas a empresa britânica ficou disponível novamente depois que os proprietários da JBS, a família Batista, se envolveram em um escândalo de corrupção em seu país natal, o Brasil. A JBS anunciou em junho que venderia a Moy Park para ajudar a levantar recursos para reforçar seu balanço. Foi criado um comitê especial de diretores independentes da Pilgrim's em representação dos acionistas minoritários para conduzir as negociações de aquisição.

A JBS substituiu seu CEO no começo da semana após a prisão do anterior, Wesley Batista, no Brasil, em meio a uma investigação sobre suposta prática de insider trading. A prisão ocorre quatro meses depois que a empresa holding da família Batista concordou em pagar uma multa de R$ 10,3 bilhões (US$ 3,3 bilhões) ao longo de 25 anos como parte de um acordo de leniência com o Ministério Público Federal. Nenhuma parcela desses fundos é exigida da JBS. Ainda assim, Lovette afirma que sua empresa tem trabalhado para acalmar as preocupações de seus investidores minoritários de que a JBS poderia "sugar dinheiro, capital, da Pilgrim's".

"Não identificamos que isso fosse permitido", disse o CEO. "Nós garantimos a eles que estamos separados" da JBS.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos