Elon Musk quer ir a qualquer lugar da Terra em menos de uma hora

Dana Hull e Perry Williams

(Bloomberg) -- O empreendedor Elon Musk, que há muito sonha em criar uma colônia humana em Marte, pretende construir um novo código de foguete chamado "BFR" que poderá viajar a qualquer lugar da Terra em menos de uma hora.

Se o conceito se tornar realidade, Musk disse que uma viagem de Nova York a Xangai poderá ser feita em cerca de 30 minutos. O anúncio surpresa significa que a Space Exploration Technologies, que já revolucionou a indústria aeroespacial com lançamentos reutilizáveis, planeja transportar seres humanos não apenas a planetas distantes, mas também a distintos lugares deste, criando um possível desafio competitivo para as companhias aéreas comerciais.

"Se estamos indo para lugares como Marte, por que não a Terra?", disse Musk nesta sexta-feira no 68º Congresso Internacional de Astronáutica (IAC, na sigla em inglês), em Adelaide, na Austrália. No final da apresentação altamente técnica de Musk, uma animação reproduzida em uma tela grande atrás dele mostrou dezenas de pessoas entrando em uma balsa de alta velocidade em Nova York e depois embarcando no BFR em uma plataforma na água. A nave espacial então viaja para Xangai em aproximadamente meia hora.

"Voe para a maioria dos lugares na Terra em menos de 30 minutos e para qualquer lugar em menos de 60", escreveu Musk em um post do Instagram depois que saiu do palco, sem responder a perguntas. "O custo por assento deve ser equivalente à tarifa cheia da classe econômica de uma aeronave. Esqueci de mencionar isso."

Com muitos operadores de satélites comerciais como clientes, a receita desses contratos ajudará a financiar o desenvolvimento do BFR, que seria capaz de transportar satélites para a órbita, tripulação e carga para a Estação Espacial Internacional, e missões completas para a Lua e Marte, disse Musk. Ele disse que o BFR conteria 40 cabines com capacidade para transportar cerca de 100 pessoas de cada vez.

Dragão Vermelho

Musk, 46, tem um patrimônio líquido de cerca de US$ 21 bilhões e disse no passado que usaria seus próprios recursos pessoais para ajudar a financiar sua visão. Ele detalhou seus planos para Marte pela primeira vez em uma palestra no IAC em Guadalajara, no México, há um ano, e depois publicou um artigo sobre isso, gerando enorme entusiasmo, mas também preocupações porque ele incluiu poucos detalhes sobre o financiamento. Musk prometeu a seus seguidores do Twitter no terceiro trimestre que seu plano atualizado para Marte resolveria a falta de informações sobre o financiamento ? segundo ele, "a falha mais fundamental" da primeira versão.

Anteriormente, Musk havia falado sobre mandar uma nave espacial não tripulada "Red Dragon" (Dragão Vermelho) para Marte em 2018. Esse plano, assim como a nave espacial, foi engavetado. O novo plano afirma que o primeiro BFR pousará em Marte em 2022, seguido por missões tripuladas em 2024.

Musk, que também é CEO da fabricante de automóveis elétricos Tesla, fundou a SpaceX em 2002 com o objetivo final de possibilitar que as pessoas vivam em outros planetas. Atualmente, a empresa de exploração espacial de capital fechado opera o foguete Falcon 9 para clientes como a Nasa, operadores comerciais de satélites e os militares dos EUA. A empresa com sede em Hawthorne, na Califórnia, também tem planos para lançar sua própria rede de satélites.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos