Bolsas

Câmbio

Incêndios devastam região de vinhedos na Califórnia

Lydia Mulvany, Mark Chediak e Jennifer Kaplan

(Bloomberg) -- Incêndios florestais destruíram icônicas regiões produtoras de uvas e vinhos de Napa e Sonoma, no norte da Califórnia, provocando evacuações de mais de 20.000 pessoas, matando 11 e danificando alguns dos mais valiosos vinhedos e vinícolas dos EUA.

As chamas estão se espalhando por um dos destinos mais pitorescos e adorados do estado, ameaçando o sustento de dezenas de milhares de pessoas. A indústria vitivinícola da Califórnia atraiu 23,6 milhões de turistas e vendeu US$ 34,1 bilhões em valor no varejo nos EUA em 2016, segundo o Wine Institute. No Vale de Napa e no Vale de Sonoma são produzidos os vinhos de melhor qualidade do estado.

"Estamos todos em choque e tentando ajudar nossos companheiros produtores e vizinhos no que podemos", disse Heidi Soldinger, porta-voz da associação Napa Valley Grapegrowers.

Catorze incêndios simultâneos foram registrados no norte da Califórnia na tarde de segunda-feira, cobrindo uma área total de cerca de 29.500 hectares, segundo o Departamento de Florestas e Proteção contra Incêndios da Califórnia (Cal Fire). Nenhum dos incêndios havia sido contido até às 17h40, horário local, disse o porta-voz da Cal Fire, Jonathan Cox, por telefone. Pelo menos 1.500 estruturas comerciais, residenciais e industriais foram queimadas, disse Cox, embora os detalhes a respeito da extensão dos danos continuem escassos.

"Estamos realmente dizendo às pessoas que levem em consideração qualquer aviso de evacuação se estiverem na área", disse ele.

Cedo demais

Algumas partes de Napa, de Sonoma e outros municípios foram evacuadas. É cedo demais para afirmar qual o alcance do incêndio e a extensão do dano à área, embora as redes sociais tenham sido inundadas de imagens mostrando edifícios queimados. A Paradise Ridge Winery, em Santa Rosa, está entre as propriedades destruídas pelo fogo, segundo uma publicação no Facebook. A Signorello Estates também foi incendiada, segundo a Sonoma Valley Vintners & Growers Alliance.

Os incêndios derrubaram várias linhas de energia de alta tensão e deixaram cerca de 99.000 clientes sem energia às 16h30, horário local, nos condados de Napa e Sonoma, segundo a PG&E. A empresa de serviços públicos também desligou o serviço de gás de cerca de 26.000 clientes em Santa Rosa, Yountville, Napa e Kenwood, disse a porta-voz Andrea Menniti em comunicado enviado por e-mail.

A costa da Califórnia representa uma porcentagem relativamente pequena da produção dos EUA, sendo que Sonoma e Napa produzem, juntas, cerca de 10 por cento dos vinhos da Califórnia. Ainda assim, é a região mais valiosa do país, disse Stephen Rannekleiv, analista de bebidas do Rabobank International. A maior parte das uvas do estado é cultivada no Vale de San Joaquin, onde a tonelada de uvas cabernet sauvignon sai por cerca de US$ 400. Em contrapartida, no Vale de Napa a mesma uva normalmente custa cerca de US$ 7.000 a tonelada, e pode ser vendida a até US$ 50.000. Os vinhos de alto padrão estão estimulando o crescimento da demanda nos EUA, sendo que as garrafas com preços de mais de US$ 10 registram os maiores ganhos, disse Rannekleiv.

"É por isso que os incêndios são tão devastadores -- uma parte muito grande do valor é gerado lá e foram feitos investimentos incríveis lá", disse Rannekleiv, por telefone. "A região é a cara da indústria vinícola da Califórnia."

--Com a colaboração de Lynn Doan

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos