PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Um em cada 10 tokens está em uso após ofertas iniciais de moedas

Olga Kharif

23/10/2017 14h26

(Bloomberg) -- Você precisa de mais provas de que o mercado de moedas digitais está em frenesi? Que tal o fato de que, aproximadamente, apenas um em cada 10 tokens emitidos em ofertas iniciais de moedas está em uso após as vendas?

Das 226 ICOs analisadas, apenas 20 -- como Storj, Augur e TenX -- são usadas na operação de suas redes, segundo a Token Report, que mantém um banco de dados com informações sobre vendas de tokens. O restante só pode ser negociado e são instrumentos puramente especulativos, disse Galen Moore, CEO da Token Report, em entrevista.

Os investidores injetaram mais de US$ 3 bilhões em mais de 200 ICOs neste ano, segundo dados do Coinschedule.com. Setembro foi um dos meses mais movimentados, registrando sozinho quase US$ 850 milhões em 37 ofertas. Atualmente, existem mais de 1.000 tokens digitais.

As baixas taxas de uso podem ter grandes consequências. Algumas startups poderão enfrentar escrutínio dos órgãos reguladores, disse Moore. A Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC, na sigla em inglês) divulgou na semana passada um manual sobre moedas virtuais, reiterando sua visão de que os tokens virtuais podem estar sob sua autoridade. A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês) já afirmou que os tokens de algumas ICOs podem ser considerados títulos sob sua supervisão.

"Se as moedas forem reguladas como um título, e não como uma utilidade, isso limitará a forma de negociá-las e levantará dúvidas quanto a se os desenvolvedores estão preparados para cumprir as regras dos órgãos reguladores de títulos", disse Moore. Os investidores também enfrentam o risco de o produto no qual seu token deveria operar nunca se materializar.

--Com a colaboração de Lily Katz