Bolsas

Câmbio

Brasil rejeita pedido saudita para limitar produção de petróleo

Sabrina Valle

(Bloomberg) -- O Brasil gentilmente disse não aos sauditas mais uma vez.

No momento em que o reino do Oriente Médio e a Rússia lideram um esforço histórico para unir os principais exportadores de petróleo com o objetivo de reduzir o excedente global, a produção crescente do Brasil, um pouco como o xisto dos EUA, virou uma pedra no sapato da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

Um assistente do ministro de Energia da Arábia Saudita, Khalid Al-Falih, telefonou na semana passada aos seus pares brasileiros para sondar novamente se o país poderia se unir ao esforço. O Brasil declinou, disse o secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, Márcio Félix, em entrevista, por telefone, de Brasília.

Enquanto a Opep tenta reequilibrar o mercado de petróleo, o Brasil se concentra em atrair bilhões em investimentos de grandes empresas como Exxon Mobil, Royal Dutch Shell, Total e Chevron. O país o faz, em parte, dando mais liberdade aos produtores, e não menos, para operar campos offshore. Algumas das maiores descobertas de petróleo deste século estão situadas ao largo da costa do Rio de Janeiro, no pré-sal.

"Estamos abertos para participar da discussão, mas dissemos o mesmo de sempre a eles: o governo brasileiro não controla a produção", disse Félix. "A produção é decidida pelas empresas."

Ele afirmou que a Arábia Saudita faz consultas informais periodicamente ao Brasil sobre possíveis cortes de produção de petróleo. O Brasil não foi convidado para a próxima reunião da Opep, disse ele. Na prática, o reino é o líder da organização.

"Podemos participar e ouvir, se formos convidados, mas explicamos de antemão que não há muito que o governo possa fazer", disse Félix.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos